O guia rápido Requisição de materiais pela produção tem as seções:

  • O que é a requisição de materiais pela produção?
  • Como configurar o sistema para utilizar a requisição de materiais pela produção?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção totalmente?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção parcialmente?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção filtrando pela operação do roteiro da ordem?
  • Como fazer a requisição pela produção escolhendo entre materiais preferenciais e alternativos?
  • Como fazer a requisição pela produção de materiais com controle de lote/série?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção utilizando unidades de medida secundárias?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção em lote?
  • Como devolver requisições de materiais pela produção?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção automaticamente na liberação da ordem?
  • Como fazer a requisição de materiais pela produção automaticamente no reporte da produção?


O que é a requisição de materiais pela produção?


Ao gerar uma ordem de produção o sistema empenha todos os materiais necessários para fabricação da ordem de produção calculando a quantidade necessária de cada material de acordo com a lista de materiais do produto e a quantidade da ordem.


Para iniciar uma ordem de produção os materiais empenhados devem ser separados pelo almoxarifado e transferidos para a produção pois serão consumidos no processo produtivo.


A requisição de materiais pela produção é a rotina responsável por registrar os materiais que foram efetivamente transferidos para uma ordem de produção para serem consumidos no processo produtivo, incluindo as perdas quando existirem.


Ao requisitar um material para produção o sistema transfere a quantidade requisitada do setor de estoque "Almoxarifado" para o setor "Produção" ou "Estoque em processo", que é um setor transitório cujo saldo em estoque não é considerado como saldo disponível pelo sistema.


Todos os materiais transferidos para o setor "Produção" permanecem neste setor até o momento do reporte da produção que é a rotina responsável por registrar a produção efetuada na ordem de produção e apropriar os materiais utilizados no processo produtivo.


Ao requisitar um material para ordem de produção o sistema carrega o custo desse material para ordem de produção considerando o custo médio unitário do estoque e a quantidade efetivamente requisitada para ordem.


A requisição pela produção também tem um papel fundamental no controle de rastreabilidade dos materiais pois se o material consumido tem controle de lote/série no estoque, deve-se informar os lotes/série que foram utilizados na ordem de produção.


Portanto podemos dizer que requisição de materiais pela produção é uma rotina fundamental para:

  • Controle do estoque de matérias primas, produtos semi-acabados, embalagens e produtos intermediários.
  • Controle de perdas de materiais no processo produtivo.
  • Controle do custo de materiais da ordem de produção.
  • Controle de rastreabilidade de materiais consumidos na produção.


Veja abaixo um exemplo da tela de requisição de materiais para uma ordem de produção no sistema:



Como configurar o sistema para utilizar a requisição de materiais pela produção?


Cadastro de tipos de movimentação


No cadastro de tipos de movimentação precisamos cadastrar pelo menos 3 tipos de movimentação:

  • Requisição pela produção
  • Devolução de requisição pela produção
  • Estorno de requisição pela produção


Vamos aprender como fazer isso.


Para cadastrar um novo tipo de movimentação acesse a tela "Tipos de movimentação" e clique no botão "Criar tipo de movimentação".


Requisição pela produção


Para fazer o cadastro do tipo de movimentação "Requisição pela produção" preencha os campos seguindo orientações apresentadas a seguir:


Aba Geral

  • Tipo de movimentação: Preencha com o nome "Requisição pela produção".
  • Abreviatura: Pode deixar vazio.
  • Natureza: Selecione a opção "Transferência".
  • Classificação da natureza devolução: Campo desabilitado para edição.
  • Classificação da natureza transferência: Selecione a opção "Saída".
  • Função no estoque: Deixe na opção "Selecione".
  • Função na produção: Selecione a opção "Requisição pela produção".
  • Controle de poder de terceiros: Deixe na opção "Selecione"
  • Operação triangular: Deixe desmarcado.
  • Gera contas a receber/pagar: Deixe desmarcado.
  • Classificação da conta a receber: Campo desabilitado para edição.
  • Classificação da conta a pagar: Campo desabilitado para edição.
  • Gera movimentações de estoque?: Campo marcado e desabilitado para edição.
  • Preenchimento do valor unitário do item do documento: Campo desabilitado para edição.
  • Ativo?: Marque esse campo


Aba Estoque

  • Restringe setores de estoque: Marque este campo.
  • Setores de estoque de saída habilitados: Marque todos os setores de saída que podem ser utilizados na requisição de materiais pela produção em todas as empresas. Por exemplo poderíamos marcar os setores "Almoxarifado", "Produtos semi-acabados" e "Materiais de terceiros em nosso poder".
  • Setores de estoque de entrada habilitados: Marque todos os setores de entrada que podem ser utilizados na requisição de materiais pela produção em todas as empresas. Por exemplo poderíamos marcar os setores "Produção" ou "Estoque em processo".


Veja abaixo um exemplo de cadastro do tipo de movimentação "Requisição pela produção":



Devolução de requisição pela produção


Para fazer o cadastro do tipo de movimentação "Devolução de requisição pela produção" preencha os campos seguindo orientações apresentadas a seguir:


Aba Geral

  • Tipo de movimentação: Preencha com o nome "Devolução de requisição pela produção".
  • Abreviatura: Pode deixar vazio.
  • Natureza: Selecione a opção "Transferência".
  • Classificação da natureza devolução: Campo desabilitado para edição.
  • Classificação da natureza transferência: Selecione a opção "Saída".
  • Função no estoque: Deixe na opção "Selecione".
  • Função na produção: Selecione a opção "Devolução de requisição pela produção".
  • Controle de poder de terceiros: Deixe na opção "Selecione"
  • Operação triangular: Deixe desmarcado.
  • Gera contas a receber/pagar: Deixe desmarcado.
  • Classificação da conta a receber: Campo desabilitado para edição.
  • Classificação da conta a pagar: Campo desabilitado para edição.
  • Gera movimentações de estoque?: Campo marcado e desabilitado para edição.
  • Preenchimento do valor unitário do item do documento: Campo desabilitado para edição.
  • Ativo?: Marque esse campo


Aba Estoque

  • Restringe setores de estoque: Geralmente não precisa marcar esse campo. Marque esse campo somente se desejar transferir os materiais devolvidos pela produção para um setor de estoque específico. Por exemplo, ao fazer a requisição pela produção o sistema transfere o material do setor "Almoxarifado" para o setor "Estoque em processo", e ao devolver essa requisição, você deseja que o sistema transfira o material do setor "Estoque em processo" para um setor específico chamado "Devolução". 
  • Setores de estoque de saída habilitados: Caso decida restringir os setores de estoque, marque todos os setores de saída que podem ser utilizados na devolução de requisição de materiais pela produção em todas as empresas. Por exemplo poderíamos marcar os setores "Produção" ou "Estoque em processo".
  • Setores de estoque de entrada habilitados: Caso decida restringir os setores de estoque, marque todos os setores de entrada que podem ser utilizados na devolução de requisição de materiais pela produção em todas as empresas. Por exemplo poderíamos marcar o setor "Devolução".


Aba Produção

  • Tipo de movimentação de requisição pela produção associada à devolução de requisição pela produção: Selecione o tipo de movimentação "Requisição pela produção".


Veja abaixo um exemplo de cadastro do tipo de movimentação "Devolução de requisição pela produção":



Estorno de requisição pela produção


Para fazer o cadastro do tipo de movimentação "Estorno de requisição pela produção" preencha os campos seguindo orientações apresentadas a seguir:


Aba Geral

  • Tipo de movimentação: Preencha com o nome "Estorno de requisição pela produção".
  • Abreviatura: Pode deixar vazio.
  • Natureza: Selecione a opção "Transferência".
  • Classificação da natureza devolução: Campo desabilitado para edição.
  • Classificação da natureza transferência: Selecione a opção "Saída".
  • Função no estoque: Deixe na opção "Selecione".
  • Função na produção: Selecione a opção "Devolução de requisição pela produção".
  • Controle de poder de terceiros: Deixe na opção "Selecione"
  • Operação triangular: Deixe desmarcado.
  • Gera contas a receber/pagar: Deixe desmarcado.
  • Classificação da conta a receber: Campo desabilitado para edição.
  • Classificação da conta a pagar: Campo desabilitado para edição.
  • Gera movimentações de estoque?: Campo marcado e desabilitado para edição.
  • Preenchimento do valor unitário do item do documento: Campo desabilitado para edição.
  • Ativo?: Marque esse campo


Aba Estoque

  • Restringe setores de estoque: Geralmente não precisa marcar esse campo. Marque esse campo somente se desejar transferir os materiais devolvidos pela produção para um setor de estoque específico. Por exemplo, ao fazer a requisição pela produção o sistema transfere o material do setor "Almoxarifado" para o setor "Estoque em processo", e ao devolver essa requisição, você deseja que o sistema transfira o material do setor "Estoque em processo" para um setor específico chamado "Devolução". 
  • Setores de estoque de saída habilitados: Caso decida restringir os setores de estoque, marque todos os setores de saída que podem ser utilizados na devolução de requisição de materiais pela produção em todas as empresas. Por exemplo poderíamos marcar os setores "Produção" ou "Estoque em processo".
  • Setores de estoque de entrada habilitados: Caso decida restringir os setores de estoque, marque todos os setores de entrada que podem ser utilizados na devolução de requisição de materiais pela produção em todas as empresas. Por exemplo poderíamos marcar o setor "Devolução".


Aba Produção

  • Movimentação de estorno: Marque esse campo.
  • Tipo de movimentação de requisição pela produção associada à devolução de requisição pela produção: Selecione o tipo de movimentação "Requisição pela produção".


Veja abaixo um exemplo de cadastro do tipo de movimentação "Estorno de requisição pela produção":



Cadastro de setores de estoque


Ao requisitar um material para produção o sistema transfere a quantidade requisitada do setor de estoque "Almoxarifado" para o setor "Produção" ou "Estoque em processo", que é um setor transitório cujo saldo em estoque não é considerado como saldo disponível pelo sistema.


Logo toda requisição pela produção deve ter um setor de saída e um setor de entrada.


O cadastro de setores de estoque já foi explicado neste artigo.


Aqui cabe destacar que o setor de entrada da requisição pela produção deve ser configurado da forma apresentada a seguir:

  • Controle de poder de terceiros: Selecione a opção "0) Materiais nossos em nosso poder".
  • Setor de estoque em processo: Marque esse campo.
  • Considera como saldo disponível: Campo desmarcado e desabilitado para edição.
  • Desconsiderar saldo em estoque deste setor para escrituração do Bloco K200: Campo marcado e desabilitado para edição.


Veja abaixo um exemplo de cadastro de setor de estoque "Estoque em processo":



Configuração geral


Apresentamos a seguir as principais configurações gerais relacionadas à requisição pela produção com recomendações para preenchimento:

  • Bloquear movimentações de requisição pela produção, reporte da produção, reporte de subproduto em data/hora anterior à data/hora de criação da ordem: Recomendamos selecionar a opção "Sim".
  • Limite para requisição superior ao empenho( % ) (Número inteiro >= 0): Por exemplo, ao preencher com o valor "20", o sistema vai permitir que se faça requisições pela produção com quantidade superior à quantidade empenhada em até 20%, ou seja, se um material tiver quantidade empenhada de 100 kg, só será possível requisitar até 120 kg. Esse limite também pode ser definido no cadastro do produto.
  • Permitir requisições em empresas diferentes da empresa da ordem de produção: Recomendamos selecionar a opção "Não".
  • Permitir data da requisição diferente da data atual?: Geralmente recomendamos selecionar a opção "Não".
  • Bloquear requisições pela produção de produtos inativos: Recomendamos selecionar a opção "Sim".
  • Bloquear requisições pela produção que negativem o saldo em estoque do produto requisitado: Recomendamos selecionar a opção "Sim". A única exceção seria se a sua empresa desejar colocar o módulo de Produção em operação antes do módulo de Estoque.
  • Comportamento padrão da coluna "Encerra empenho" na tela administrativa de requisição pela produção: Essa configuração determina como o sistema vai preencher o campo "Encerra empenho" na tela de requisição pela produção. Geralmente recomendamos selecionar a opção "Sugerir valor Sim" pois geralmente é mais comum requisitar os materiais para ordem integralmente, e eventualmente fazer requisições parciais.
  • Forçar encerramento do empenho quando o somatório da qtde requisitada for maior ou igual a qtde empenhada: Geralmente recomendamos selecionar a opção "Não". 
  • Comportamento padrão da check box "Inclui empenho" na tela de Requisições pela produção: Essa configuração determina como o sistema sugerir a marcação do empenho na tela de requisição pela produção. Recomendamos selecionar a opção "Marcada e habilitada para edição" pois geralmente é mais comum requisitar todos os materiais empenhados para ordem e eventualmente deixar de requisitar alguns materiais.
  • Critério para sugestão de lotes a serem requisitados para ordem na tela de requisição pela produção: Geralmente recomendamos selecionar a opção "Sugerir requisição de lotes com Data de entrada mais antiga (PEPS ou FIFO)". A opção "Sugerir requisição de lotes com Data de validade mais antiga" pode ser selecionada se a sua empresa utilizar materiais perecíveis na produção.
  • Permitir modificar os campos "Data" e "Hora" da devolução da requisição de materiais pela produção: Geralmente recomendamos selecionar a opção "Não".
  • Fixar data/hora do estorno de requisição pela produção igual à data/hora da movimentação de requisição pela produção de origem: Recomendamos a opção "Sim" pois o estorno representa a anulação de uma movimentação de requisição pela produção que foi feita incorretamente.
  • Sugerir data/hora da devolução de requisição pela produção igual à data/hora da movimentação de requisição pela produção de origem: Recomendamos selecionar a opção "Não" pois a devolução pode ocorrer horas ou até mesmo dias depois da requisição pela produção.
  • Tipo de movimentação padrão para requisição pela produção: Selecione o tipo de movimentação de "Requisição pela produção" mais comum na sua empresa que será sugerido pelo sistema quando o usuário acessar a tela de requisição pela produção.
  • Bloquear requisições pela produção de produtos com custo médio unitário menor ou igual a zero: Geralmente recomendamos selecionar a opção "Sim" pois idealmente todo produto requisitado para ordem de produção deve ter custo médio unitário maior do que zero.


Configurações no cadastro do produto requisitado pela produção


Apresentamos as configurações no cadastro do produto requisitado pela pela produção.


Para fazer isso acesse a tela "Produtos" e utilize o submenu "Editar" para acessar a tela de edição do produto.


Na tela de edição do produto preencha os campos seguindo as recomendações apresentadas a seguir:


Aba Empresas


Na aba "Empresas" marque todos os setores de saída e entrada que poderão ser selecionados nas movimentações de requisição pela produção em todas as empresas.


Por exemplo, se a movimentação de requisição pela produção de matérias primas vai transferir o material do setor "Almoxarifado" para o setor "Estoque em processo", todas as matérias primas devem estar habilitadas para esses setores em todas as empresas.


Outro exemplo, se a movimentação de requisição pela produção de produtos semi-acabados vai transferir o material do setor "Produtos semi-acabados" para o setor "Estoque em processo", todos os produtos semi-acabados devem estar habilitados para esses setores em todas as empresas.


Aba PCP > Parâmetros de PCP

  • Quantidade máxima de casas decimais para sugestão da quantidade a requisitar na tela de requisição pela produção: Se desejar informe a quantidade máxima de casas decimais que será utilizada pelo sistema para sugerir a quantidade a requisitar.
  • Limite para requisição superior ao empenho( % ) (Número inteiro >= 0): Se desejar informe um limite percentual para requisição superior ao empenho. Por exemplo, ao preencher com o valor "20", o sistema vai permitir que se faça requisições pela produção com quantidade superior à quantidade empenhada em até 20%, ou seja, se um material tiver quantidade empenhada de 100 kg, só será possível requisitar até 120 kg. Esse limite também pode ser definido no cadastro do produto.
  • Método de requisição para ordem de produção: Essa configuração determina o método que será utilizado para requisitar o produto para a ordem de produção. Na opção 1, o produto será requisitado para ordem pelo usuário através das telas de requisição pela produção. Essa é a opção mais comum. Na opção 2, ao liberar a ordem de produção, o produto será requisitado automaticamente para ordem de acordo com a quantidade planejada da ordem e não poderá ser requisitado através das telas de requisição pela produção. Na opção 3, ao reportar a ordem de produção, o produto será requisitado automaticamente para ordem de acordo com a quantidade reportada da ordem e não poderá ser requisitado através das telas de requisição pela produção. 


Aba PCP > Configurações de requisições pela produção

  • Bloquear requisições pela produção deste produto que negativem o saldo em estoque do setor de saída: Recomendamos selecionar a opção "Sim". A única exceção seria se a sua empresa desejar colocar o módulo de Produção em operação antes do módulo de Estoque.
  • Quadro "Setores de saída bloqueados na requisição pela produção quando este produto estiver empenhado na ordem de produção": Configuração avançada utilizada em poucos casos. Se desejar marque os setores de saída que não poderão ser escolhidos na requisição pela produção quando o produto estiver empenhado na ordem de produção.


Configurações no cadastro do produto fabricado


Apresentamos as configurações no cadastro do produto fabricado que irá requisitar os materiais para a produção.


Para fazer isso acesse a tela "Produtos" e utilize o submenu "Editar" para acessar a tela de edição do produto.


Na tela de edição do produto preencha os campos seguindo as recomendações apresentadas a seguir:


Aba PCP > Configurações de requisições pela produção

  • Setores de saída bloqueados na requisição pela produção de ordens de produção emitidas para esse produto: Configuração avançada utilizada em poucos casos. Se desejar marque os setores de saída que não poderão ser escolhidos na requisição pela produção de ordens de produção emitidas para esse produto. 
  • Setores de entrada bloqueados na requisição pela produção de ordens de produção emitidas para esse produto: Configuração avançada utilizada em poucos casos. Se desejar marque os setores de entrada que não poderão ser escolhidos na requisição pela produção de ordens de produção emitidas para esse produto.


Como fazer a requisição de materiais pela produção totalmente?


Vamos começar com o cenário mais simples fazendo a requisição de materiais pela produção totalmente encerrando todos os empenhos da ordem.


Acesse a tela "Ordens" e clique no botão "Criar ordem".


Na tela de criação de ordens preencha os campos "Produto", "Quantidade" e "Data de entrega" e clique no botão "Gerar ordens".


Após gerar a ordem de produção utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem para produção.


Após liberar a ordem para produção, clique na ordem e utilize o submenu "Requisições" para acessar a tela "Requisição de materiais pela produção".


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo o produto "PA 00030 - Cadeira Tech", veja abaixo uma imagem da tela "Requisição pela produção" para um ordem criada para esse produto:


Preencha os campos seguindo orientações a seguir:

  • Tipo de movimentação: Selecione o tipo de movimentação que será utilizado para requisição dos materiais para produção. Sistema já sugere o tipo de movimentação definido na configuração geral.
  • Data: Informe a data da requisição. Sistema sugere a data corrente.
  • Hora: Informe a hora da requisição. Sistema sugere a hora corrente.
  • Filtro por setor de estoque de saída: Se desejar filtre um setor de saída para carregar o saldo em estoque dos empenhos da ordem. Como padrão o sistema sugere a opção "Todos" e nessa opção são carregados todos os setores de saída habilitados no cadastro do tipo de movimentação escolhido e no cadastro do produto dos materiais empenhados na ordem.
  • Setor de estoque de entrada: Selecione o setor de estoque de entrada da requisição. Idealmente o tipo de movimentação de requisição pela produção deve ter 1 único setor de entrada habilitado para que ele seja selecionado automaticamente pelo sistema.
  • Filtro por operação: Se desejar escolha uma operação do roteiro da ordem de produção para filtrar apenas os materiais empenhados para a operação. Como padrão o sistema sugere opção "Sem filtro" e nessa opção todos os empenhos da ordem serão exibidos
  • Sugestão da quantidade a requisitar: Como padrão o sistema sugere a opção "Igual ao saldo a requisitar do empenho" e nessa opção a quantidade a requisitar sugerida pelo sistema para cada empenho será igual ao saldo do empenho. Ao selecionar a opção "Calculada para atender um lote de produção" o sistema habilita o campo "Lote de produção desejado" para que seja possível a quantidade do lote de produção que será utilizada pelo sistema para calcular a sugestão da quantidade a requisitar.
  • Lote de produção desejado: Informe a quantidade do lote de produção que será utilizada pelo sistema para calcular a sugestão da quantidade a requisitar.

 

Clique no botão "Carregar empenhos".


Após clicar nesse botão o sistema vai carregar todos os empenhos e já sugerir a quantidade a requisitar de cada empenho, conforme o exemplo apresentado na imagem a seguir:



Após carregar os empenhos é importante destacar os campos:

  • Incluí empenho?: É a 1a coluna da tabela. A marcação dessa coluna determina se o empenho será requisitado.
  • Encerra empenho?: A marcação dessa coluna vai determinar se o empenho será encerrado após a requisição pela produção.
  • Setor de saída: Quando o campo filtro por setor de saída está com a opção "Todos" o sistema apresenta todos os setores de saída habilitados para o produto e tipo de movimentação na empresa da ordem de produção. Ao filtrar um setor de saída o sistema apresenta apenas o setor de saída filtrado.
  • Lote/série: Quando o produto empenhado na ordem controla lote ou série, o sistema apresenta todos os lotes/série com saldo maior do que zero para o produto no setor de estoque de saída.
  • Saldo em estoque: Quando o produto empenhado não controla lote ou série, o sistema apresenta o saldo atual em estoque do produto no setor de saída. Quando o produto empenhado controla lote ou série, o sistema apresenta o saldo atual em estoque de cada lote/série do produto no setor de saída.
  • Data de entrada: Quando o produto controla lote ou série o sistema apresenta a data de entrada do lote/série.
  • Data de validade: Quando o produto controla lote ou série e é perecível o sistema apresenta a data de validade do lote/série.
  • Custo médio: Sistema apresenta o custo médio unitário do produto empenhado na empresa da ordem na data/hora da requisição.
  • Unidade de medida: Como padrão o sistema apresenta a unidade de medida principal do produto. Caso o produto tenha unidades de medida secundárias habilitadas para requisição pela produção essas unidades de medida também serão exibidas para que seja possível digitar a quantidade a requisitar em uma unidade de medida secundária com o sistema fazendo a conversão da quantidade para unidade de medida principal do produto de acordo com o fator de conversão.
  • Quantidade a requisitar: Quantidade que será requisitada de cada produto empenhado. Quando a "Sugestão de quantidade a requisitar" está com a opção "Igual ao saldo a requisitar do empenho" a quantidade a requisitar sugerida pelo sistema para cada empenho é igual ao saldo do empenho. Já na a opção "Calculada para atender um lote de produção" a quantidade do lote de produção informada pelo usuário será utilizada pelo sistema para calcular a sugestão da quantidade a requisitar. Quando o produto controla lote ou série o sistema sugere a quantidade a requisitar em cada lote/série obedecendo ao critério definido na configuração geral "Critério para sugestão de lotes a serem requisitados para ordem na tela de requisição pela produção".


Clique no botão "Salvar" para salvar as requisições e retornar para a tela "Ordens".


Após salvar veja que o status da ordem foi modificado para "Requisitada totalmente".


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver movimentações da produção" para acessar a tela "Movimentações de produção da ordem" como apresentada a seguir:



Veja nessa tela que o sistema registrou as movimentações de requisição pela produção de todos os materiais empenhados na ordem com a quantidade a requisitar informada, transferindo esses materiais do setor "Almoxarifado" para o "Estoque em processo", e calculando o "Custo total" de cada movimentação, multiplicando o custo médio unitário do produto na empresa e a quantidade requisitada.


Como fazer a requisição de materiais pela produção parcialmente?


Agora vamos fazer a requisição de materiais pela produção parcialmente sem encerrar todos os empenhos da ordem.


Acesse a tela "Ordens" e clique no botão "Criar ordem".


Na tela de criação de ordens preencha os campos "Produto", "Quantidade" e "Data de entrega" e clique no botão "Gerar ordens".


Após gerar a ordem de produção utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem para produção.


Após liberar a ordem para produção, clique na ordem e utilize o submenu "Requisições" para acessar a tela "Requisição de materiais pela produção".


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo o produto "PA 00030 - Cadeira Tech".


Preencha os dados da requisição com as seguintes particularidades:

  • Sugestão da quantidade a requisitar: Selecione a opção "Calculada para atender um lote de produção".
  • Lote de produção desejado: Informe um lote de produção inferior à quantidade planejada da ordem. Por exemplo, se a ordem tem quantidade planejada de 10 unidades, informe um lote de produção desejado de 5 unidades.

 

Clique no botão "Carregar empenhos".


Após clicar nesse botão o sistema vai carregar todos os empenhos e já sugerir a quantidade a requisitar de cada empenho considerando o lote de produção desejado, conforme o exemplo apresentado na imagem a seguir:



Após carregar os empenhos é importante destacar os campos:

  • Encerrar empenho?: Desmarque esse campo em todos os empenhos utilizando a check box disponível no cabeçalho da coluna para que os empenhos não sejam encerrados.
  • Quantidade a requisitar: A quantidade do lote de produção informada pelo usuário foi utilizada pelo sistema para calcular a sugestão da quantidade a requisitar. 


Clique no botão "Salvar" para salvar as requisições e retornar para a tela "Ordens".


Após salvar veja que o status da ordem foi modificado para "Requisitada parcialmente".


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver movimentações da produção" para acessar a tela "Movimentações de produção da ordem" como apresentada a seguir:



Veja nessa tela que o sistema registrou as movimentações de requisição pela produção de todos os materiais empenhados na ordem com a quantidade a requisitar informada, transferindo esses materiais do setor "Almoxarifado" para o "Estoque em processo", e calculando o "Custo total" de cada movimentação, multiplicando o custo médio unitário do produto na empresa e a quantidade requisitada.


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver empenhos" para acessar a tela de Empenhos da ordem.


Veja que os empenhos da ordem foram requisitados parcialmente e que possuem saldo a requisitar como em destaque na imagem a seguir:



Clique na ordem e retorne para a tela de requisições pela produção.


Clique no botão "Carregar empenhos" e veja que o sistema sugere a requisição do saldo de todos os empenhos.


Como fazer a requisição de materiais pela produção filtrando pela operação do roteiro da ordem?


Agora vamos fazer a requisição de materiais pela produção filtrando uma operação do roteiro da ordem.


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo o produto "PA 00005 - Tinta galão de 20 litros".


No roteiro de produção desse produto nós definimos os componentes por operação conforme a imagem apresentada a seguir:



Perceba na imagem acima que a maioria dos componentes da lista de materiais da tinta foram vinculados com a operação "10 - Mistura" exceto o componente "Galão de 20 litros" que foi vinculada com a operação "30 - Mistura".


Acesse a tela "Ordens" e clique no botão "Criar ordem".


Na tela de criação de ordens preencha os campos "Produto", "Quantidade" e "Data de entrega" e clique no botão "Gerar ordens".


Após gerar a ordem de produção utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem para produção.


Após liberar a ordem para produção, clique na ordem e utilize o submenu "Requisições" para acessar a tela "Requisição de materiais pela produção".


Preencha os dados da requisição com a seguinte particularidade:

  • Filtro por operação: Selecione a opção "10 - Mistura".

 

Clique no botão "Carregar empenhos".


Após clicar nesse botão o sistema vai carregar somente os empenhos vinculados com a operação "10 - Mistura", conforme o exemplo apresentado na imagem a seguir:



Clique no botão "Salvar" para salvar as requisições e retornar para a tela "Ordens".


Após salvar veja que o status da ordem foi modificado para "Requisitada parcialmente".


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver empenhos" para acessar a tela "Empenhos da ordem" como apresentada a seguir:



Veja nessa tela que o único empenho não requisitado para ordem foi do "Galão de 20 litros".


Como fazer a requisição pela produção escolhendo entre materiais preferenciais e alternativos?


Agora vamos fazer a requisição de materiais pela produção escolhendo entre materiais preferenciais e alternativos.


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo o produto "PA 00029 - Spa".


Na lista de materiais desse produto nós definimos componentes preferenciais e alternativos conforme a imagem apresentada a seguir:



Acesse a tela "Ordens" e clique no botão "Criar ordem".


Na tela de criação de ordens preencha os campos "Produto", "Quantidade" e "Data de entrega" e clique no botão "Gerar ordens".


Após gerar a ordem de produção utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem para produção.


Após liberar a ordem para produção, clique na ordem e utilize o submenu "Requisições" para acessar a tela "Requisição de materiais pela produção".


Preencha os dados da requisição clique no botão "Carregar empenhos".


Após clicar nesse botão o sistema vai carregar os empenhos dos componentes preferenciais e alternativos e será possível escolher entre preferenciais e alternativos conforme o exemplo apresentado na imagem a seguir:



Clique no botão "Salvar" para salvar as requisições e retornar para a tela "Ordens".


Após salvar veja que o status da ordem foi modificado para "Requisitada totalmente".


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver empenhos" para acessar a tela "Empenhos da ordem" como apresentada a seguir:



Veja nessa tela que o sistema registrou a quantidade requisitada nos empenhos alternativos e encerrou todos os empenhos da ordem inclusive os empenhos preferenciais que não foram requisitados.


Como fazer a requisição pela produção de materiais com controle de lote/série?


Agora vamos fazer a requisição de materiais pela produção com controle de lote.


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo o produto "SA 00024 - Mistura verde".


Na lista de materiais desse produto nós temos o componente "MP 00104 - Pigmento master verde com controle de lote" conforme a imagem apresentada a seguir:



Esse pigmento master verde está configurado para controlar lote no sistema.


Acesse a tela "Ordens" e clique no botão "Criar ordem".


Na tela de criação de ordens preencha os campos "Produto", "Quantidade" e "Data de entrega" e clique no botão "Gerar ordens".


Após gerar a ordem de produção utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem para produção.


Após liberar a ordem para produção, clique na ordem e utilize o submenu "Requisições" para acessar a tela "Requisição de materiais pela produção".


Preencha os dados da requisição clique no botão "Carregar empenhos".


Após clicar nesse botão o sistema vai carregar todos os lotes do componente "MP 00104 - Pigmento master verde com controle de lote" conforme o exemplo apresentado na imagem a seguir:



Preencha a quantidade a requisitar para o lote "A0003" e depois clique no botão "Salvar" para salvar as requisições e retornar para a tela "Ordens".


Após salvar veja que o status da ordem foi modificado para "Requisitada totalmente".


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver movimentações da produção" para acessar a tela "Movimentações de produção da ordem" como apresentada a seguir:



Veja nessa tela que o sistema registrou a movimentação de requisição pela produção do pigmento master verde no lote "A0003".


Como fazer a requisição de materiais pela produção utilizando unidades de medida secundárias?


Agora vamos fazer a requisição de materiais pela produção utilizando unidades de medida secundárias.


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo o produto "Etiqueta 70x32 mm Rolo 90 metros".


A lista de materiais desse produto está assim:



O produto "MP 00102 - Bobina de papel couche" tem uma unidade de medida secundária em quilograma que pode ser utilizada para requisição pela produção como pode ser visto na tela a seguir:



Acesse a tela "Ordens" e clique no botão "Criar ordem".


Na tela de criação de ordens preencha os campos "Produto", "Quantidade" e "Data de entrega" e clique no botão "Gerar ordens".


Após gerar a ordem de produção utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem para produção.


Após liberar a ordem para produção, clique na ordem e utilize o submenu "Requisições" para acessar a tela "Requisição de materiais pela produção".

 

Clique no botão "Carregar empenhos".


Após clicar nesse botão o sistema vai carregar somente os empenhos e vai apresentar a possibilidade de requisitar a bobina na unidade de medida secundária, conforme o exemplo apresentado na imagem a seguir:



Clique no botão "Salvar" para salvar as requisições e retornar para a tela "Ordens".


Como fazer a requisição de materiais pela produção em lote?


Agora vamos fazer a requisição de materiais pela produção em lote.


Acesse a tela "Ordens" e crie 3 ordens de produção para produtos diferentes.


Em nossa base de treinamento utilizamos como exemplo os produtos:

  • PA 00030 - Cadeira Tech
  • PA 00005 - Tinta galão de 20 litros
  • PA 00003 - Etiqueta 70x32 mm Rolo 90 metros


Após gerar as ordens de produção utilize o botão "Funções especiais > Liberação de ordens em lote" para liberar as 3 ordens de produção geradas.


Após liberar, selecione as ordens e utilize o botão "Ações > Requisições em lote" como em destaque na imagem a seguir:



Após clicar nesse botão você será levado para a tela "Requisições em lote" como em destaque a seguir:



Preencha os campos:

  • Tipo de movimentação: Selecione o tipo de movimentação que será utilizado para requisição dos materiais para produção. Sistema já sugere o tipo de movimentação definido na configuração geral.
  • Data: Informe a data da requisição. Sistema sugere a data corrente.
  • Hora: Informe a hora da requisição. Sistema sugere a hora corrente.
  • Filtro por setor de estoque de saída: Se desejar filtre um setor de saída para as requisições pela produção. Como padrão o sistema sugere a opção "Todos" e nessa opção são avaliados todos os setores de saída habilitados no cadastro do tipo de movimentação escolhido e no cadastro do produto dos materiais empenhados na ordem.
  • Setor de estoque de entrada: Selecione o setor de estoque de entrada da requisição.


Clique no botão "Salvar".


Após salvar veja que o sistema fez a requisição pela produção de todas as ordens selecionadas.


Como devolver requisições de materiais pela produção?


Agora vamos entender como devolver a requisição de materiais pela produção.


Crie uma ordem de produção para fabricar 10 unidades do produto "PA 00005 - Tinta galão de 20 litros".


Faça a requisição dos materiais para essa ordem totalmente encerrando os empenhos.


Estorno de uma requisição pela produção


Primeiro vamos entender como fazer o estorno de uma requisição pela produção.


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver movimentações da produção" para acessar a tela "Movimentações de produção da ordem".


Clique na movimentação de requisição pela produção que você deseja estornar e utilize o submenu "Estornar requisição" para acessar a tela "Estorno de requisição pela produção" como na imagem a seguir:



Clique no botão "Salvar".


Após salvar veja que o sistema registrou as movimentações de estorno de requisição pela produção transferindo os materiais do setor "Estoque em processo" para o "Almoxarifado" com o mesmo custo total da movimentação de requisição pela produção que foi devolvida.


Devolução parcial de uma requisição pela produção


Agora vamos entender como fazer a devolução parcial de uma requisição pela produção.


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver movimentações da produção" para acessar a tela "Movimentações de produção da ordem".


Clique na movimentação de requisição pela produção que você deseja devolver e utilize o submenu "Devolver requisição" para acessar a tela "Devolução de requisição pela produção" como na imagem a seguir:



Clique no botão "Salvar".


Após salvar veja que o sistema registrou as movimentações de devolução de requisição pela produção transferindo os materiais do setor "Estoque em processo" para o "Almoxarifado" com o custo total proporcional ao custo total da movimentação de requisição pela produção que foi devolvida.


Devolução de requisição pela produção em lote


Por fim vamos entender como fazer a devolução de requisição pela produção em lote.


Clique na ordem e utilize o submenu "Devolução das requisições" para acessar a tela "Devolver requisições da ordem" como na imagem apresentada a seguir.



Marque as requisições que você deseja devolver e preencha os campos:

  • Data
  • Hora
  • Qtde a devolver


Clique em "Salvar".


Após salvar acesse a tela de movimentações de produção da ordem para ver as devoluções de requisições salvas pelo sistema.


Resumo de movimentações da ordem


Após fazer todas as devoluções, clique na ordem e utilize o submenu "Resumo de movimentações da ordem" para acessar a tela "Resumo de movimentações da ordem".


Nessa tela é possível ver a quantidade requisitada líquida de cada empenho descontando as devoluções como apresentado na imagem a seguir:



Como fazer a requisição de materiais pela produção automaticamente na liberação da ordem?


Em alguns processos produtivos pode ser interessante fazer a requisição dos materiais consumidos de forma automática no momento da liberação da ordem.


Um exemplo muito comum de aplicação dessa funcionalidade é quando o Almoxarifado separa os materiais para as ordens de produção respeitando a quantidade planejada de cada ordem de produção e em seguida libera as ordens de produção entregando os materiais para a produção. 


Essa funcionalidade oferece mais agilidade no registro das movimentações da ordem, e caso todos os materiais empenhados na ordem estejam configurados para fazer a requisição automática na liberação, dispensa o processo de requisição manual de materiais pela produção.


Como exemplo em nossa base de treinamento consideramos o produto acabado "PA 00011 - Corda de violão" que consome a matéria prima "MP 00026 - Arame para corda de violão", e essa matéria prima foi configurada para ser requisitada automaticamente na liberação da ordem de produção.


Para fazer essa configuração, edite o produto, acesse a aba PCP,  e na configuração "Método de requisição para ordem de produção", selecione a opção "Requisição automática na liberação da ordem" como na imagem apresentada a seguir:




Após configurar o produto crie uma ordem de produção para fabricar 1.000 unidades do produto "PA 00011 - Corda de violão".


Essa ordem de produção será criada com o status "Confirmada" e vai empenhar 600 gramas do produto "MP 00026 - Arame para corda de violão" como na imagem apresentada a seguir:



Após criar a ordem de produção, clique na ordem de produção e utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem.


Após liberar a ordem veja que seu status já mudou para "Requisitada totalmente".


Clique na ordem e utilize o submenu "Ver movimentações de produção" para acessar a tela "Movimentações de produção da ordem".


Veja que o sistema fez a requisição automática de 600 gramas da matéria prima "MP 00026 - Arame para corda de violão" conforme destacado na imagem apresentada a seguir:



É importante ressaltar que quando a configuração geral "Status padrão para geração de novas ordens" está configurada com a opção "Liberada", a ordem já é criada com o status "Liberada", e nesse caso, as requisições automáticas são feitas logo após a criação da ordem.


Agora vamos entender como o sistema preenche 4 campos chave na requisição pela produção automática na liberação da ordem:

  • Quantidade requisitada: É sempre igual à quantidade empenhada.
  • Setor de saída: É definido pelo sistema através da interseção entre os setores habilitados para o produto e os setores de saída habilitados no tipo de movimentação de requisição pela produção. Ao fazer essa interseção temos 3 comportamentos possíveis:
    • 1) Se o sistema não encontrar nenhum setor de saída: A requisição pela produção automática não é realizada.
    • 2) Se o sistema encontrar apenas 1 setor de saída: Esse é o setor de saída escolhido para fazer a requisição pela produção
    • 3) Se o sistema encontrar encontrar mais de 1 setor de saída: O sistema prioriza os setores de saída com mais saldo em estoque disponível
  • Setor de entrada: É definido pelo sistema através da interseção entre os setores habilitados para o produto e os setores de entrada habilitados no tipo de movimentação de requisição pela produção. Ao fazer essa interseção temos 3 comportamentos possíveis:
    • 1) Se o sistema não encontrar nenhum setor de entrada: A requisição pela produção automática não é realizada.
    • 2) Se o sistema encontrar apenas 1 setor de entrada: Esse é o setor de entrada escolhido para fazer a requisição pela produção.
    • 3) Se o sistema encontrar mais de 1 setor de entrada: A requisição pela produção automática não é realizada.
  • Lote/série: Por enquanto o sistema não está preparado para fazer requisições automáticas na liberação da ordem de produção de materiais com controle de lote/série.


Por fim é importante ressaltar que a requisição automática na liberação da ordem está disponível em todas as funcionalidades que liberam ordem de produção:

  • Submenu "Liberar ordem" ao clicar na ordem de produção
  • Botão "Funções especiais > Liberação de ordens em lote" na tela de ordens de produção
  • Submenu "Liberar todas as ordens planejadas" ao clicar em um plano de produção


Como fazer a requisição de materiais pela produção automaticamente no reporte da produção?


Em alguns processos produtivos pode ser interessante fazer a requisição dos materiais consumidos na ordem de produção de forma automática no momento do reporte da produção.


Um exemplo muito comum de aplicação dessa funcionalidade é quando os materiais consumidos pela produção são controlados pelo sistema de Kanban, com a transferência dos materiais de um setor "Almoxarifado Central" para um setor "Almoxarifado da Produção" 1 vez ao dia, e todas as ordens de produção consumindo os materiais disponibilizados no setor de "Almoxarifado da Produção".


Nesse exemplo o sistema pode ser configurado para que os materiais empenhados na ordem de produção sejam requisitados automaticamente no momento do reporte da produção, com a quantidade a ser requisitada sendo calculada automaticamente pelo sistema de forma proporcional à quantidade produzida.


Essa funcionalidade oferece mais agilidade no registro das movimentações da ordem de produção, e caso todos os materiais empenhados na ordem estejam configurados para fazer a requisição automática no reporte da produção, dispensa o processo de requisição manual de materiais pela produção.


Como exemplo em nossa base de treinamento, consideramos o produto acabado "PA 00011 - Corda de violão" que consome a matéria prima "MP 00026 - Arame para corda de violão", e essa matéria prima foi configurada para ser requisitada automaticamente no reporte da produção.


Para fazer isso edite o cadastro desse produto, acesse a aba PCP,  e na configuração "Método de requisição para ordem de produção", selecione a opção "Requisição automática no reporte da produção da ordem" como na imagem apresentada a seguir:


Agora vamos entender na prática como funciona a requisição de materiais automática no reporte da produção.


Para isso em nossa base de treinamento vamos criar uma ordem de produção para fabricar 1.000 unidades do produto "PA 00011 - Corda de violão".


Essa ordem de produção vai empenhar 600 gramas do produto "MP 00026 - Arame para corda de violão" como na imagem apresentada a seguir:



Após criar a ordem, clique na ordem e utilize o submenu "Liberar ordem para produção" para liberar a ordem.


Após liberar, clique na ordem novamente e utilize o subemnu "Reportes de produção" para acessar a tela de reporte da produção.


Faça o reporte da produção 100 unidades da corda de violão sem encerrar a ordem.


Após fazer o reporte da produção, clique na ordem de produção, acesse a tela "Ver movimentações de produção", e veja que o sistema fez a requisição automática de 60 gramas da matéria prima "MP 00026 - Arame para corda de violão" conforme destacado na imagem apresentada a seguir:



Perceba que a quantidade de 60 gramas que foi requisitada automaticamente pelo sistema é proporcional à quantidade reportada de 100 unidades da corda de violão.


Agora, faça um novo reporte de produção 900 unidades da corda de violão encerrando a ordem, e veja que o sistema encerrou a ordem, e fez a requisição automática de 540 gramas da matéria prima "MP 00026 - Arame para corda de violão" conforme destacado na imagem apresentada a seguir:



Após encerrar a ordem, veja que o sistema requisitou 600 gramas da matéria prima "MP 00026 - Arame para corda de violão" automaticamente.


A requisição automática de materiais está disponível em todas as telas do sistema aonde é possível fazer reportes da produção:

  • Reporte da produção da ordem
  • Reporte da produção em lote
  • Reporte da produção no chão de fábrica

 

Como o sistema calcula a quantidade requisitada de cada empenho no reporte da produção?


A quantidade a ser requisitada de cada empenho no reporte da produção é sempre calculada de forma proporcional à quantidade reportada através da fórmula:

  • Quantidade requisitada de cada empenho = (Qtde empenhada / Qtde planejada da ordem) * (Qtde do reporte da produção)


Se os empenhos da ordem já tiver sofrido movimentações antes de seus produtos serem configurados para serem requisitados automaticamente no reporte da produção, o sistema é capaz de calcular a quantidade a ser requisitada ou quantidade a ser devolvida, considerando a quantidade total já requistada anteriormente, e a quantidade total já reportada anteriormente na ordem de produção.


Como exemplo, suponha que criamos uma ordem de produção para fabricar 1.000 unidades do produto "PA 00011 - Corda de violão", e que essa ordem de produção empenhou 600 gramas do produto "MP 00026 - Arame para corda de violão",


Suponha que fizemos uma requisição pela produção manual de 300 gramas do produto "MP 00026 - Arame para corda de violão", quantidade necessária para se fabricar um lote de 500 unidades do produto "PA 00011 - Corda de violão", antes de configurar o produto "MP 00026 - Arame para corda de violão" para ser requisitado automaticamente no reporte da produção.


Ao configurar o produto "MP 00026 - Arame para corda de violão" para ser requisitado automaticamente no reporte da produção podemos apresentar 3 cenários possíveis com exemplos nessa ordem de produção:

  • Cenário 1: Reporte da produção com quantidade inferior a 500 unidades: Por exemplo, em um reporte de 250 unidades, o sistema devolve 150 gramas da requisição pela produção do arame.
  • Cenário 1: Reporte da produção com quantidade igual a 500 unidades: Sistema não fará requisições pela produção e nem devoluções de requisição pela produção.
  • Cenário 3: Reporte da produção com quantidade superior a 500 unidades: Por exemplo, em um reporte de 750 unidades, o sistema faz uma requisição adicional de 150 gramas do arame.


Agora vamos entender como o sistema preenche 3 campos chave na requisição pela produção automática no reporte da produção da ordem:

  • Setor de saída: É definido pelo sistema através da interseção entre os setores habilitados para o produto e os setores de saída habilitados no tipo de movimentação de requisição pela produção. Ao fazer essa interseção temos 3 comportamentos possíveis:
    • 1) Se o sistema não encontrar nenhum setor de saída: A requisição pela produção automática não é realizada.
    • 2) Se o sistema encontrar apenas 1 setor de saída: Esse é o setor de saída escolhido para fazer a requisição pela produção
    • 3) Se o sistema encontrar encontrar mais de 1 setor de saída: O sistema prioriza os setores de saída com mais saldo em estoque disponível
  • Setor de entrada: É definido pelo sistema através da interseção entre os setores habilitados para o produto e os setores de entrada habilitados no tipo de movimentação de requisição pela produção. Ao fazer essa interseção temos 3 comportamentos possíveis:
    • 1) Se o sistema não encontrar nenhum setor de entrada: A requisição pela produção automática não é realizada.
    • 2) Se o sistema encontrar apenas 1 setor de entrada: Esse é o setor de entrada escolhido para fazer a requisição pela produção.
    • 3) Se o sistema encontrar mais de 1 setor de entrada: A requisição pela produção automática não é realizada.
  • Lote/série: Por enquanto o sistema não está preparado para fazer requisições automáticas no reporte da produção de materiais com controle de lote/série.


Como são exibidos os materiais requisitados automaticamente no reporte da produção na tela de requisição pela produção?


Os materiais configurados para serem requisitados automaticamente no reporte da produção não são exibidos na tela de requisição pela produção manual.


O sistema se comporta dessa forma para evitar que o usuário faça uma requisição pela produção manual indevidamente para um produto que foi configurado para ser requisitado automaticamente no reporte da produção.


Na tela de requisição pela produção manual de uma ordem, ao clicar no botão "Carregar empenhos", quando a ordem tem pelo menos 1 empenho de um produto configurado para ser requisitado automaticamente no reporte da produção, o sistema apresenta a mensagem de alerta a seguir: