O guia rápido de tabela de preços tem as seções:

  • O que é o cadastro de tabelas de preço?
  • Como configurar o sistema para utilizar tabelas de preço?
  • Como criar uma tabela de preço?
  • Como definir os produtos de uma tabela de preço?
  • Como definir os preços de produtos em uma tabela de preços?
  • Como utilizar tabelas de preços derivadas?
  • Como gerar o documento pdf de uma tabela de preços?
  • Quais tabelas de preço devem ser cadastradas no sistema?
  • Como as tabelas de preço são aplicadas no processo de vendas?


O que é o cadastro de tabelas de preço?


O cadastro de tabelas de preço existe para que você possa padronizar a precificação de seus produtos de acordo com o custo do produto, a estratégia comercial da sua empresa e o cenário da venda.


Por exemplo, um mesmo produto pode ser vendido em 3 cenários diferentes:


CenárioAlíquota ICMSComissões de vendaMargem de lucro desejadaPreço da tabela
1Venda de RJ para RJ (ICMS 20%)Representante RJ (Comissão 10%)20%129,30
2Venda de RJ para SP (ICMS 12%)Representante SP (Comissão 10%)10%86,48
3Venda de RJ para BA (ICMS 7%)Representante BA (Comissão 5%)5%73,04


No exemplo acima veja que o mesmo produto tem preços de venda diferentes em cenários de venda diferentes.


Nesse caso você poderia criar 3 tabelas de preços diferentes e aplicá-las de acordo com o cenário de venda.


As tabelas de preços normalmente são utilizadas por empresas que possuem uma linha de produtos própria e padronizada.


Já as empresas que fabricam produtos sob encomenda conforme o projeto do cliente normalmente não utilizam tabelas de preços, e o preço de venda de cada projeto é calculado pelo setor de Engenharia com o apoio do módulo de Custos, após definir as listas de materiais e roteiros de fabricação de produtos.


Veja abaixo um exemplo da tela Tabelas de preço do sistema Nomus:



Como configurar o sistema para utilizar tabelas de preço?


Veja abaixo as principais configurações gerais relacionadas à tabela de preços:

  • Layout utilizado para a geração de documento PDF da tabela de preços: Selecione o layout "Tabela de preços".
  • Critério para ordenação de produtos na tabela de preços: Recomendamos selecionar a opção "1) Ordenação crescente pelo código do produto". 
  • Limite de atenção:  Recomendamos o valor "5". Esse limite é utilizado para acender o sinal amarelo quando a margem de lucro calculada pelo sistema está abaixo do limite de atenção.
  • Limite de criticidade: Recomendamos o valor "0". Esse limite é utilizado para acender o sinal vermelho quando a margem de lucro calculada pelo sistema está abaixo do limite de atenção.
  • Qtde de registros por página na tela "Acessar tabela de preços": 100
  • Transforma o campo "Tabela de preço" em autocomplete nas telas de criação/edição de proposta, pedido de venda e documento de saída: Recomendamos selecionar a opção "Sim" somente se tiver muitas tabelas de preço, por exemplo, mais de 100 tabelas de preço. Caso contrário, recomendamos selecionar a opção "Não".
  • Permitir adição de produtos inativos em tabelas de preço: Não


Como criar uma tabela de preço?


Para criar uma tabela de preços acesse a tela "Tabela de preços".


Clique no botão "Criar tabela de preço" e siga as orientações abaixo para preencher os campos:


Informações gerais

  • Código da tabela: Preenchido automaticamente pelo sistema.
  • Nome da tabela: Defina um nome facilmente compreendido pela sua equipe Comercial
  • Definir esta tabela como Matriz ou Derivada: Selecione Matriz ou Derivada. Na tabela Matriz você pode digitar os preços diretamente na tabela ou calculá-los a partir da execução de um modelo de avaliação de custo. Na tabela Derivada os preços são calculados por fórmula a partir de uma tabela Matriz.
  • Modelo de avaliação: Campo opcional. Aqui você pode escolha um modelo de avaliação de custo para cálculo dos preços da sua tabela de preços integrado com o módulo de Custos.
  • Quantidade: Campo opcional. Aqui você pode escolher uma quantidade padrão que será usada pelo sistema para calcular os custos e preços de venda. O sistema prioriza a quantidade definida no cadastro do produto no campo "Quantidade padrão para formação de preços de venda".
  • Margem de lucro desejada: Campo opcional. Aqui você pode escolher a margem de lucro que será usada pelo sistema para calcular os custos e preços de venda. O sistema prioriza a margem de lucro definida no cadastro do produto no campo "Margem de lucro padrão para formação de preço de venda".
  • Executar análise de custos por empresa: Campo opcional. Marque esse campo se desejar que o sistema calcule os custos de materiais considerando o custo padrão definido na empresa selecionada no campo "Empresa para análise de custos".
  • Empresa para análise de custos: Campo opcional que deve ser selecionado se o campo "Executar análise de custos por empresa" for selecionado.
  • % de desconto padrão aplicávelPreencha o % de desconto padrão que será sugerido pelo sistema sempre que a tabela de preços for aplicada.
  • % máximo de desconto aplicável: Preencha o % de desconto máximo que será validado pelo sistema sempre que a tabela de preços for aplicada.
  • Exigir aprovação de supervisor para salvar item da proposta ao digitar um % de desconto maior do que % máximo de desconto aplicávelMarque esse campo se desejar que descontos maiores do que o % máximo de desconto só possam ser aplicados mediante aprovação do supervisor.
  • Permitir modificar preço sugerido pelo sistema: Marque esse campo se desejar que o usuário possa mudar o preço da tabela de preços.
  • Ativo?: Marque para ativar a tabela.
  • Observações


Filtro para adição de produtos à tabela

Marque as famílias de produto e grupos de produto se você desejar que os produtos dessas famílias e grupos sejam incluídos automaticamente pelo sistema na tabela de preços.


Regras para aplicação da tabela de preços no processo de vendas

Defina as variáveis que serão utilizadas para aplicação da tabela de preços no processo de vendas.


As variáveis disponíveis são:

  • Empresa    
  • Tipo de movimentação    
  • CRT (Código de regime tributário)    
  • Condição de pagamento    
  • Tipo de contribuinte do ICMS    
  • Representante    
  • Vendedor    
  • Cliente    
  • Classificação de pessoa    
  • UF


Por exemplo, você pode configurar as regras da forma abaixo:

  • Empresa: 01
  • Representante: Selecionar todos os representantes com comissão de 5%


E deixar todos os demais campos com a opção "Qualquer valor não informado em outra regra".


Clique em "Salvar" para salvar a tabela de preços.


Veja abaixo uma imagem da tela de cadastro de uma tabela de preços:



Como definir os produtos de uma tabela de preço?


Definição de produtos na tabela de preços


Clique na tabela de preços desejada e utilize o submenu "Acessar tabela de preços" para acessar a tabela de preços.


Clique no botão "Adicionar produtos" para selecionar os produtos que deseja adicionar livremente na tabela de preços como na imagem a seguir:



Se desejar fazer uma adição automática com base nas famílias e grupos de produtos, clique no botão "Funções especiais > Adicionar produtos com base nas famílias e grupos de produtos" para que o sistema inclua na tabela de preços todos os produtos das famílias e grupos de produtos automaticamente.


Se desejar excluir produtos da tabela de preços, faça uma pesquisa utilizando o quadro "Pesquisa".


Após localizar os produtos que deseja excluir, selecione os produtos e utilize o botão "Ações > Remover produtos".


Definição de tabelas de preços pelo cadastro do produto


No cadastro de produtos também é possível vincular produtos à tabelas de preços.


Para fazer isso acesse a tela "Produtos", pesquise pelo produto e clique no submenu "Editar".


Na tela de edição do produto clique na aba "Vendas".


No quadro "Tabelas de preço" selecione as tabelas de preço que deseja vincular com o produto e clique no botão "Vincular tabela ao produto".


Se desejar excluir um produto de tabelas de preço, selecione as tabelas no quadro "Tabelas de preço vinculadas ao produto" e depois clique no botão "Remover vínculo do produto com a tabela".


Clique no botão "Salvar" para salvar o produto.


Veja abaixo uma imagem do quadro "Tabelas de preço" no cadastro do produto:



Como definir os preços de produtos em uma tabela de preço?


Acesse a tela "Tabela de preços", clique na tabela de preços desejada e utilize o submenu "Acessar tabela de preços" para acessar a tabela de preços.


Definição de preços de produtos livremente


Para definir os preços de produtos livremente em uma tabela de preços clique no botão "Funções especiais > Editar preços".


Após clicar nesse botão o sistema vai abrir para digitação o campo "Preço unitário" como na imagem a seguir:



Nesse campo você pode informar o preço unitário no produto na sua unidade de medida principal.


Após informar os preços unitários, clique no botão "Salvar" para o sistema salvar todos os preços digitados.


Calcular preços a partir da análise de custos


Atenção, para usar essa funcionalidade é preciso implantar o módulo de Custos.


Para calcular os preços dos produtos a partir da análise de custos clique no botão "Funções especiais > Calcular preços a partir da análise de custos".


Após clicar nesse botão o sistema vai formar os preços de venda de todos os produtos da tabela de preços, considerando o modelo de avaliação de custo configurado na tabela de preços e apresentar os resultados na seção "Preço calculado pela análise de custos".


Veja abaixo uma imagem da tela do sistema com essa seção em destaque:



O campo mais importante dessa seção é o "Preço unitário calculado" que exibe o preço calculado pelo sistema.


Se você quiser transformar o preço unitário calculado pelo sistema como o preço unitário da tabela de preços, clique no botão "Funções especiais > Atualizar preços com base no preço calculado".


Após clicar nesse botão o sistema vai copiar o "Preço unitário calculado" para a coluna "Preço unitário" na seção "Preço da tabela".


Calcular lucro previsto


Atenção, para usar essa funcionalidade é preciso implantar o módulo de Custos.


Para calcular o lucro previsto a partir da análise de custos clique no botão "Funções especiais > Calcular lucro previsto".


Após clicar nesse botão o sistema vai calcular o lucro previsto de todos os produtos da tabela de preços, considerando o modelo de avaliação de custo configurado na tabela de preços e o preço da tabela de preços, e apresentar os resultados na seção "Lucro previsto pela análise de custos".


Veja abaixo uma imagem da tela do sistema com essa seção em destaque:



Como utilizar tabelas de preço derivadas?


Como criar uma tabela de preço derivada?


Em uma tabela de preços derivada os preços são calculados a partir da aplicação de fórmulas sobre os preços de uma tabela matriz.


Para cadastrar uma tabela de preços derivada acesse a tela "Tabela de preços".


Clique no botão "Criar tabela de preço".


No campo "Definir esta tabela como Matriz ou Derivada" selecione a opção "Derivada".


Agora vamos entender apenas as particularidades da tabela Derivada.


Informações gerais

  • Tabela matriz da tabela derivada: Selecione uma tabela matriz. Os preços dessa tabela matriz serão utilizados como base de cálculo para a tabela derivada.
  • Fórmula para cálculo do preço da tabela derivada em função da tabela matriz: Escreva a fórmula para cálculo do preço da tabela derivada utilizando a variável "preco_tabela_matriz" e qualquer operador matemático de adição ( + ), subtração ( - ), multiplicação ( * ) e divisão ( / ). É possível utilizar parêntesis ( ) para definir a sequência de cálculo do sistema. Um exemplo de fórmula seria "preco_tabela_matriz * 1,667"


Filtro para adição de produtos à tabela

Essa aba não é exibida na tabela derivada pois a tabela derivada deve ter todos os produtos da sua tabela matriz.


Regras para aplicação da tabela de preços no processo de vendas

Preencha as regras seguindo as mesmas orientações para tabela matriz.


Clique em "Salvar" para salvar a tabela de preços.


Veja abaixo uma imagem da tela de cadastro de uma tabela de preços derivada:



Como definir os produtos e preços de uma tabela de preço derivada?


Uma tabela derivada deve ter os mesmos produtos da sua tabela matriz.


Para atualizar os produtos da tabela derivada, acesse a tela "Tabela de preços", clique na tabela de preços desejada e utilize o submenu "Acessar tabela de preços".


Clique no botão "Funções especiais > Atualizar tabela derivada com base na tabela matriz".


Após clicar nesse botão o sistema já vai trazer todos os produtos e cálculos da tabela matriz, e já vai calcular a coluna "Preço unitário" da tabela derivada considerando o "Preço unitário" da tabela matriz e a "Fórmula para cálculo do preço da tabela derivada em função da tabela matriz:"


Também existe uma outra forma mais otimizada de atualizar as tabelas de preço derivadas a partir de uma tabela matriz.


Para fazer isso acesse uma tabela de preços matriz e utilize o botão "Funções especiais > Atualizar todas as tabelas derivadas" destacado na imagem a seguir:



Calcular lucro previsto


Atenção, para usar essa funcionalidade é preciso implantar o módulo de Custos.


Para calcular o lucro previsto a partir da análise de custos de uma tabela derivada basta seguir os mesmos passos que foram explicados para tabela matriz.


Como gerar o documento pdf de uma tabela de preços?


Acesse a tela "Tabela de preços".


Clique na tabela de preços e utilize o submenu "Gerar documento pdf da tabela de preços".


O sistema vai gerar um documento pdf como apresentado a seguir:



Para gerar o documento pdf da tabela de preços o sistema considera o layout selecionado na configuração geral "Layout utilizado para a geração de documento PDF da tabela de preços".


O layout do documento pdf da tabela de preços pode ser personalizado para atender particularidades da sua empresa.


Todos os layouts de documentos pdfs gerados pelo sistema são cadastrados na tela "Layouts".


Nessa tela é possível ver os layouts já cadastrados para proposta comercial pesquisando a opção "Tabela de preços" no campo "Tipo de layout".


Para cadastrar novos layouts no sistema clique no botão "Criar layout", selecione o tipo de layout e faça o upload do arquivo com tipo Jasper Reports (.jrxml).


Atenção, recomendamos que a criação e edição de layouts seja feita pelo Analista de Implantação responsável pelo projeto na sua empresa pois essas atividades demandam conhecimento técnico na ferramenta Jasper Reports.


Quais tabelas de preço devem ser cadastradas no sistema?


Formar preço de venda com técnica e inteligência pode ser fundamental para o sucesso do seu negócio.


Para definir o preço de venda é importante levar em consideração questões de mercado e os custos de produção, administrativo e de vendas.


O preço de venda ideal normalmente é aquele que vai gerar o maior lucro para sua empresa.


Geralmente há uma correlação negativa entre preço de venda e volume de vendas, ou seja, quanto menor o preço de venda maior é o volume de vendas.


Reduzir o preço de venda para aumentar o volume de vendas é uma estratégia comum, porém é preciso ter atenção para implementá-la pois pode gerar margens de lucro muito apertadas para sua empresa ou até mesmo prejuízo.


Por outro lado trabalhar com preços de venda muito altos pode fazer sua empresa perder vendas.


Nossa recomendação é encontrar um equilíbrio na estratégia de precificação da sua empresa, considerando mercado e custos, tendo como objetivo maximizar o lucro da empresa.


Normalmente as variáveis chave para determinar o preço de venda de um produto fabricado são:

  • Custos de produção (Materiais, MOD e CIF)
  • Custos administrativos
  • Tributos aplicados na venda
  • Comissões de venda
  • Margem de lucro desejada


Portanto para definir o preço de venda ideal para seus produtos é importante avaliar todas essas variáveis.


Apresentamos a seguir 2 exemplos de modelos de precificação que podem ser adotados para empresas no regime de tributação do Simples Nacional e do Lucro Presumido.


Esses modelos foram criados no Excel e levam em consideração as variáveis chave que foram apresentadas neste artigo.

A planilha Excel está anexada neste artigo e está disponível para utilização pela sua empresa.


Ao implantar o módulo de Custos do sistema Nomus é possível configurar o sistema para calcular os custos e preços de venda com metodologia similiar à apresentada nesses modelos.


Exemplo de modelo de precificação para Simples Nacional



Neste modelo de exemplo consideramos:

  • Custos de produção (Materiais): O custo de material deve ser calculado considerando a quantidade necessária dos materiais para fabricação de 1 unidade do produto, incluindo as perdas normais de processo, e o custo médio ou de reposição do material. 
  • Custos de produção (MOD): O custo MOD (Mão de obra direta) deve ser calculado considerando as horas das funções para fabricação de 1 unidade do produto, e o custo/hora de cada função. Por exemplo: 10 horas de Operador de torno convencional, 5 horas de Operador de torno CNC, 8 horas de Ajustador e 3 horas de Inspetor de qualidade.
  • Custos de produção (CIF): O custo CIF (Custos indiretos de fabricação) deve ser calculado considerando as horas de cada centro de custo da produção para fabricação de 1 unidade do produto, e o custo/hora de cada centro de custo. Por exemplo: 10 horas de Torno convencional, 5 horas de Torno CNC, 8 horas de Bancada de Ajuste e 3 horas do Controle da Qualidade.
  • Custos administrativos: Consideramos como 10% sobre a Receita em ICMS ST, Frete, Seguro e Outras despesas acessórias. Esse percentual deve ser calculado conforme a realidade da sua empresa. É possível alocar os custos administrativos para os produtos de formas mais sofisticadas. Como exemplo é possível alocar os custos administrativos proporcional aos custos de produção, às horas de produção, ou até mesmo utilizar modelos de custeio ABC (Activity Based Costing).
  • Tributos aplicados na venda: Consideramos a alíquota do Simples Nacional como 15%. O valor de ICMS ST é adicionado diretamente no processo de vendas e não é considerado na tabela de preços.
  • Comissões de venda: Consideramos 3 alíquotas de comissão possíveis: 0%, 5% ou 10%. A base da aplicação das comissões de venda deve ser o valor do produto menos o valor dos descontos incondicionais, sem considerar ICMS ST, Frete, Seguro e Outras despesas acessórias.
  • Margem de lucro desejada: Considerarmos 3 cenários de margem de lucro: 0%, 10% ou 20%.


Exemplo de modelo de precificação para Lucro Presumido



Neste modelo de exemplo consideramos:

  • Custos de produção (Materiais): O custo de material deve ser calculado considerando a quantidade necessária dos materiais para fabricação de 1 unidade do produto, incluindo as perdas normais de processo, e o custo médio ou de reposição do material. 
  • Custos de produção (MOD): O custo MOD (Mão de obra direta) deve ser calculado considerando as horas das funções para fabricação de 1 unidade do produto, e o custo/hora de cada função. Por exemplo: 10 horas de Operador de torno convencional, 5 horas de Operador de torno CNC, 8 horas de Ajustador e 3 horas de Inspetor de qualidade.
  • Custos de produção (CIF): O custo CIF (Custos indiretos de fabricação) deve ser calculado considerando as horas de cada centro de custo da produção para fabricação de 1 unidade do produto, e o custo/hora de cada centro de custo. Por exemplo: 10 horas de Torno convencional, 5 horas de Torno CNC, 8 horas de Bancada de Ajuste e 3 horas do Controle da Qualidade.
  • Custos administrativos: Consideramos como 10% sobre a Receita em ICMS ST, IPI, Frete, Seguro e Outras despesas acessórias. Esse percentual deve ser calculado conforme a realidade da sua empresa. É possível alocar os custos administrativos para os produtos de formas mais sofisticadas. Como exemplo é possível alocar os custos administrativos proporcional aos custos de produção, às horas de produção, ou até mesmo utilizar modelos de custeio ABC (Activity Based Costing).
  • Tributos aplicados na venda: Consideramos a alíquota de PIS, COFINS, IRPJ e CSLL, sem considerar o adicional de IRPJ para simplificação. Consideramos 5 alíquotas possíveis de ICMS: 20%, 18%, 17%, 12% e 7%. Os valores de ICMS ST e IPI são adicionados diretamente no processo de vendas e não são considerados na tabela de preços.
  • Comissões de venda: Consideramos 1 alíquota de comissão possível de 10%. A base da aplicação das comissões de venda deve ser o valor do produto menos o valor dos descontos incondicionais, sem considerar ICMS ST, IPI, Frete, Seguro e Outras despesas acessórias.
  • Margem de lucro desejada: Considerarmos 2 cenários de margem de lucro: 10% ou 20%.


Para definir os cenários de venda considerando as alíquotas de ICMS recomendamos pensar nos seguintes cenários:


1) Venda interna

Por exemplo, venda da empresa no RJ para cliente no RJ com alíquota de ICMS de 20%.


2) Venda interestadual

Por exemplo, venda da empresa no RJ para cliente no SP com alíquota de ICMS de 12%, ou para cliente no CE com alíquota de ICMS de 7%.


Aqui recomendamos criar 2 tabelas, 1 tabela para as UFs com aliquotas de 7% e 1 tabela para as UFs com alíquota de 12%.


Atenção, esse cenário 2 não contempla as vendas interestaduais para consumidor final não contribuinte de ICMS que será tratado no cenário 3.


3) Venda interestadual para consumidor final não contribuinte de ICMS

Por exemplo, venda da empresa no RJ para consumidor final não contribuinte de ICMS em SP com alíquota de ICMS de 18%. 


Aqui recomendamos criar 1 tabela para cada Alíquota de ICMS na UF de destino, e adicionar nessa tabela todas as UFs com essa alíquota. 


ICMS ST e IPI

A aplicação de ICMS ST e IPI não interfere nos resultados dos cenários descritos acima.


Nos cenários 1 e 2 o ICMS ST é sempre definido na aplicação das regras de tributação e somado ao preço de venda. 


No cenário 3 não há aplicação de ICMS ST.


O IPI é sempre somado ao preço de venda em todos os cenários.


Utilização do fator multiplicador na criação das tabelas de preço


Para criar suas tabelas de preço antes de implantar o módulo de Custos do sistema Nomus, uma boa estratégia pode ser:


1) Criar uma tabela matriz informando o preço de custo de produção dos produtos, considerando apenas materiais, MOD e CIF.


2) Criar tabela derivada para cada cenário de precificação aplicando o Fator multiplicador para calcular o preço de venda como na imagem a seguir em destaque:


Essa estratégia é interessante pois qualquer mudança no custo de produção do produto pode ser atualizada apenas na tabela matriz, e o preço das tabelas derivadas ser recalculado a partir da aplicação do Fator multiplicador.


Como as tabelas de preço são aplicadas no processo de vendas?


As tabelas de preços são aplicadas nas telas de propostas comerciais, pedidos de venda e documentos de saída.


Nessas telas o sistema tem uma inteligência para filtrar as tabelas de preço aplicáveis de acordo com o cenário da venda facilitando e evitando falhas na seleção das tabelas pelos usuários.


Documento


No cabeçalho da proposta, pedido de venda e documento de saída, o sistema filtra as tabelas de preço exibidas de acordo com as regras para aplicação da tabela de preços e com o preenchimento dos campos:

  • Empresa
  • Cliente
  • Tipo de movimentação
  • Representante    
  • Vendedor


Item do documento


No cadastro do item da proposta, pedido de venda e documento de saída, o sistema filtra as tabelas de preço exibidas de acordo com as regras para aplicação da tabela de preços e com o preenchimento dos campos do documento e item do documento como abaixo:


Documento

  • Empresa
  • Cliente
  • Representante    
  • Vendedor


Item do documento

  • Tipo de movimentação
  • Produto


Atualizar tabela de preços dos itens


Nas telas de propostas, pedidos de venda e documentos de saída, no cabeçalho do documento, é possível utilizar a função "Atualizar tabela de preços dos itens".


Ao utilizar essa função o sistema atualiza a tabela de preços de todos os itens e já recalcula os valores totais da proposta incluindo os tributos.


Normalmente essa é uma forma ágil da equipe comercial negociar preços com o cliente e verificar o impacto de imediato no valor total da proposta.


A seguir apresentamos uma imagem da tela de propostas com essa função em destaque: