O guia rápido para "Cadastro de produtos" tem as seções:

  • Cadastro de unidades de medida
  • Cadastro de grupos e famílias de produtos
  • Cadastro de tipos de produto
  • Cadastro de NCMs
  • Cadastro de CESTs
  • Cadastro de atributos de produto
  • (Avançado) Cadastro de tipos de código estruturados
  • (Avançado) Cadastro de tipos de descrição estruturadas
  • Configurações gerais para o cadastro de produtos
  • Cadastro de produtos
  • Importação de produtos para o sistema
  • Unidades de medida secundárias do produto
  • (Avançado) Códigos secundários do produto


Cadastro de unidades de medida


O que é o cadastro de unidades de medida?


O cadastro de unidades de medida existe para você deve cadastrar todas as unidades de medida que serão utilizadas no sistema nos processos de vendas, compras, produção e controle de estoque.


Exemplos típicos de unidades de medida são: CAIXA (CX), PEÇA (PC), QUILOGRAMA (KG), GRAMAS (G) e METRO (M).


Como cadastrar uma unidade de medida?


Aesse a tela "Unidades de medida" e clique no botão "Criar unidade de medida".


Preencha os campos:

  • Símbolo: Informe o símbolo da unidade de medida, por exemplo: KG. Atenção, para geração de notas fiscais eletrônicas, o tamanho máximo deste campo é de 6 caracteres.
  • Descrição: Informe a descrição da unidade de medida, por exemplo QUILOGRAMA.
  • Nome técnico: Preenchimento opcional
  • Código externo: Preenchimento opcional. Esse campo pode ser importante na geração do Bloco K. Para mais referência ler este artigo.
  • Ativo?


Quais unidades de medida devem ser cadastradas?


Recomendamos que cadastre as unidades de medida da sua empresa tendo como referência a tabela padrão de unidades de medida comerciais disponível no portal da nota fiscal eletrônica.


Para fazer o download dessa tabela acesse o site http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal clique no menu "Documentos > Diversos", e clique no link "Tabela Unidades de Medida Comercial 05.07.2016".


Veja abaixo uma imagem da tela Unidades de medida:



Cadastro de grupos e famílias de produtos


O que é o cadastro de grupos e famílias de produtos?


Os cadastros de grupos e famílias de produto são utilizados para classificação dos produtos da sua empresa de uma forma relevante para a gestão do negócio.


Um produto cadastrado no sistema pode ter 1 grupo de produto e 1 família de produto.


Exemplo de grupos de produtos


Por exemplo, uma indústria plástica pode estruturar seus grupos de produto como abaixo:

  • 01 - Produtos acabados
    • 01.01 - Sacolas para supermercado
      • 01.01.01 - Sacola supermercado reforçada
      • 01.01.02 - Sacola supermercado premium
    • 01.02 - Sacolas para lojas de vestuário
      • 01.02.01 - Sacola loja Marca A 
      • 01.02.02 - Sacola loja Marca B
  • 02 - Produtos semi-acabados
    • 02.01 - Misturas
      • 02.01.01 - Mistura Tipo 01
      • 02.01.02 - Mistura Tipo 02
    • 02.02 - Bobinas
      • 02.02.01 - Bobina Tipo 01
      • 02.02.02 - Bobina Tipo 02
  • 03 - Matérias primas
    • 03.01 - Polietileno
    • 03.02 - Pigmento


Exemplo de famílias de produto


Por exemplo, uma indústria plástica pode estruturar suas famílias de produto como abaixo:

  • 01 - Produtos acabados
    • 01.01 - Sacolas
      • 01.01.01 - Sacola tamanho P
      • 01.01.02 - Sacola tamanho M
      • 01.01.03 - Sacola tamanho G
  • 02 - Produtos semi-acabados
    • 02.01 - Misturas
      • 02.01.01 - Mistura Familia A
      • 02.01.02 - Mistura Familia B
    • 02.02 - Bobinas
      • 02.02.01 - Bobina Familia A
      • 02.02.02 - Bobina Familia B


Importância da estruturação de grupos e famílias de produto


Uma boa estruturação de grupos e famílias de produtos pode ajudar sua empresa a enxergar os problemas e oportunidades de forma agregada e tomar melhores decisões.


Por exemplo, ao invés de avaliar quais são os produtos mais vendidos, você pode avaliar os grupos de produto mais vendidos, ou as famílias de produto mais vendidas, ou a combinação de grupos/famílias de produtos mais vendidos.


O cadastro de grupos e famílias de produto também pode ajudar na padronização da codificação e descrição dos produtos a partir da seleção dos grupos e famílias, trazendo uma série de benefícios como um menor índice de falha na seleção de produtos nos processos de vendas, compras, produção e controle de estoque.


Artigo no Blog Industrial


Recomendamos a leitura do artigo "Veja a importância de classificar o cadastro de produtos em grupos e famílias" no Blog Industrial no link: 


https://www.nomus.com.br/blog-industrial/veja-a-importancia-de-classificar-o-cadastro-de-produtos-em-grupos-e-familias/


Como cadastrar um grupo de produto?


Acesse a tela "Grupos de produto" e clique no botão "Criar grupo de produto".


Na aba "Geral" preencha os campos:

  • Classificação: Informe uma classificação no padrão "01", "01.01", "01.01.01", etc. Utilize o ponto "." sempre que quiser "descer" 1 nível na árvore. Utilize de 2 a 3 números para classificação de cada nível. Um exemplo de classificação com 3 números nos 2o e 3o nível seria: "01", "01.001", "01.001.001".
  • Grupo de produto
  • Tipo: Selecione a opção "Analítico" para o último nível e "Sintético" para os demais níveis.
  • String para geração de código estruturado: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que o grupo de produto seja considerado pelo sistema para gerar o código do produto de forma estruturada.
  • String para geração da descrição estruturada: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que o grupo de produto seja considerado pelo sistema para gerar a descrição do produto de forma estruturada.
  • Ativo


A aba "Avançado" traz configurações avançadas e não precisam ser preenchidas no início do projeto.


Veja abaixo um exemplo da tela Grupos de produto:



Como cadastrar uma família de produto?


Acesse a tela "Famílias de produto" e clique no botão "Criar família de produto".


Na aba "Geral" preencha os campos:

  • Classificação: Informe uma classificação no padrão "01", "01.01", "01.01.01", etc. Utilize o ponto "." sempre que quiser "descer" 1 nível na árvore. Utilize de 2 a 3 números para classificação de cada nível. Um exemplo de classificação com 3 números nos 2o e 3o nível seria: "01", "01.001", "01.001.001".
  • Família de produto
  • Tipo: Selecione a opção "Analítico" para o último nível e "Sintético" para os demais níveis.
  • String para geração de código estruturado: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que a família de produto seja considerada pelo sistema para gerar o código do produto de forma estruturada.
  • String para geração da descrição estruturada: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que a família de produto seja considerada pelo sistema para gerar a descrição do produto de forma estruturada.
  • Ativo


A aba "Avançado" traz configurações avançadas e não precisam ser preenchidas no início do projeto.


Veja abaixo um exemplo da tela Famílias de produto:



Quais grupos e famílias de produto cadastrar no sistema?


Recomendamos estudar toda a carteira de produtos da empresa e criar uma árvore de estruturação de grupos e famílias que faça sentido para boa gestão do sua empresa.


É importante ressaltar que o cadastro de grupos e famílias de produto é opcional, e que se desejar, também é possível trabalhar apenas com grupo de produto ou família de produto.


Cadastro de tipos de produto


O que é o cadastro de tipos de produto?


O cadastro de produtos no sistema Nomus é centralizado.


Isso quer dizer que o cadastro de um produto acabado, produto semi-acabado, matéria prima, embalagem, mercadoria para revenda, subproduto, produto intermediário, material de uso e consumo, ativo fixo e serviço é feito na mesma tela do sistema, na tela de cadastro de produtos, e o que diferencia um produto de outro é o tipo de produto.


Como cadastrar um tipo de produto?


Acesse a tela "Tipos de produto" e clique no botão "Criar tipo de produto".


Preencha os campos seguindo as orientações apresentadas:


Aba Geral

  • Tipo de produto
  • Descrição
  • Tipo de produto SPED Fiscal: Opções pré-definidas pelo manual do SPED Fiscal. A seleção da opção correta desse campo é fundamental para gerar o REGISTRO 0200: TABELA DE IDENTIFICAÇÃO DO ITEM (PRODUTO E SERVIÇOS) do arquivo do Bloco K do SPED Fiscal.
  • Pode ser fabricado?: Marque esse campo se desejar gerar ordens de produção para fabricar produtos vinculados com o tipo de produto.
  • Pode ser incluído em uma lista de materiais?: Marque esse campo se desejar incluir os produtos vinculados com o tipo de produto como componentes na lista de materiais.
  • Pode ser vendido?: Marque esse campo se desejar gerar propostas comerciais e pedidos de venda para vender os produtos vinculados com o tipo de produto.
  • Pode ser comprado?: Marque esse campo se desejar gerar solicitações de compra, cotações de compra e pedidos de compra para comprar os produtos vinculados com o tipo de produto.
  • Permitir vínculo de produto com projeto: Não marcar.
  • Prefixo: Quando desejar que o código do produto seja gerado automaticamente pelo sistema com base no tipo de produto selecionado, informe o prefixo desejado para o código do produto gerado para o tipo de produto.
  • Índice: Quando desejar que o código do produto seja gerado automaticamente pelo sistema com base no tipo de produto selecionado, informe nesse campo o número sequencial inteiro que será considerado pelo sistema para definir o código do próximo produto que será criado no sistema para o tipo de produto.
  • String para geração de código estruturado do produto: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que o tipo de produto seja considerado pelo sistema para gerar o código do produto de forma estruturada.
  • String para geração da descrição estruturada do produto: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que o tipo de produto seja considerado pelo sistema para gerar a descrição do produto de forma estruturada.
  • Método de ressuprimento padrão: Selecione o método de ressuprimento padrão que deve ser sugerido pelo sistema na tela de criação de produto ao selecionar o tipo de produto.
  • Empresa padrão: Selecione a empresa padrão que deve ser habilitada automaticamente pelo sistema na tela de criação de produto ao selecionar o tipo de produto.
  • Setor de estoque padrão: Selecione o setor de estoque padrão da empresa padrão que deve ser habilitado automaticamente pelo sistema na tela de criação de produto ao selecionar o tipo de produto.
  • Política de ressuprimento padrão: Selecione a política de ressuprimento padrão que deve ser sugerido pelo sistema na tela de criação de produto ao selecionar esse tipo de produto.
  • Permite inspeção de recebimento de matéria prima: Não marcar.
  • Tornar preenchimento do campo "NCM" obrigatório na tela de criação/edição de produtos: Marque esse campo se desejar que o preenchimento do campo "NCM" seja obrigatório para o tipo de produto.
  • Definir tipo de produto como serviço: Marque esse campo se desejar quando o tipo de produto caracterize um serviço tomado ou prestado pela empresa sujeito a incidência de ISS (Imposto sobre serviço).
  • Ativo?


Aba Famílias de produto

Na aba "Famílias de produto" é possível restringir as famílias de produto que serão exibidas quando este tipo de produto for selecionado no cadastro de produtos.


Aba Grupos de produto

Na aba "Grupos de produto" é possível restringir os grupos de produto que serão exibidos quando este tipo de produto for selecionado no cadastro de produtos.


Aba Bloco H

Essa aba não precisa ser preenchida no início do projeto.


Veja abaixo um exemplo da tela "Tipos de produto":



Quais tipos de produto devem ser cadastrados?


Recomendamos cadastrar os seguintes tipos de produto no sistema.


Produto acabado

Produto fabricado pela empresa e vendido para o cliente. 

Ex: Sacola plástica em uma fábrica de sacolas.


Produto semi-acabado

Produto fabricado pela empresa e consumido no seu processo produtivo.
Ex: Bobina plástica em uma fábrica de sacolas.


Matéria prima

Produto comprado pela empresa para ser utilizado no processo produtivo se integrando ao produto.
Ex: Resina em uma fábrica de tintas.


Embalagem

Produto comprado pela empresa para ser utilizado como embalagem do produto acabado.
Ex: Lata de 3,6 litros de tinta em uma fábrica de tintas.


Mercadoria para revenda

Produto comprado pela empresa para ser revendido para o cliente.
Ex: Rolo para pintura em uma fábrica de tintas.


Subproduto

Produto gerado pelo processo produtivo da empresa, sem ser o produto principal da ordem de produção, mas com aproveitamento econômico.
Ex: Apara em uma indústria plástica.


Produto intermediário

Produto consumido no processo produtivo porém sem se integrar ao produto fabricado.
Ex: Lixa em uma fábrica de móveis.


Material de uso e consumo

Produto comprado para uso e consumo pela própria empresa, sem ser revendido e nem utilizado no processo produtivo.
Ex: Material de escritório em uma indústria.


Ativo imobilizado

Bem comprado pela empresa para integrar o ativo imobilizado.
Ex: Máquina ou ferramental em uma indústria.


Serviço contratado

Serviço contratado pela empresa.
Ex: Serviço de contabilidade contratado por uma indústria.


Serviço de produção em terceiros

Serviço de produção em terceiros contratado por uma industria.
Ex: Serviço de tratamento térmico contratado.


Serviço prestado

Serviço prestado pela empresa.
Ex: Serviço de manutenção de equipamento.


Serviço de produção para terceiros

Serviço de produção para terceiros prestado pela empresa.
Ex: Serviço de usinagem sob encomenda prestado por uma indústria.


Cadastro de NCM


O que é o NCM?


Toda mercadoria que circula no Brasil deve ter um código NCM (Nomenclatura Comum Mercosul) e este código deve ser informado na nota fiscal.


O código NCM é composto por 8 dígitos, os 6 primeiros representam a classificação SH da mercadoria e os 2 últimos dígitos representam classificações específicas do Mercosul, seguindo a estrutura apresentada a seguir:

  • 2 primeiros dígitos do SH – Capítulo: características de cada produto.
  • 4 primeiros dígitos do SH – Posição: desdobramento da característica de uma mercadoria identificada no Capítulo.
  • 6 primeiros dígitos do SH – Subposição: desdobramento da característica de uma mercadoria identificada na Posição.
  • 7º dígito da NCM – Item: classificação do produto.
  • 8º dígito da NCM – Subitem: classificação e descrição mais completa de uma mercadoria.


Como exemplo vamos entender o NCM 3102.50.11.

  • NCM: 3102.50.11
  • 31: Capítulo do SH - Adubos ou fertilizantes;
  • 3102: Posição do SH - Adubos ou fertilizantes minerais ou químicos nitrogenados.
  • 3102.50: Subposição do SH - Nitrato de sódio
  • 3102.50.1: Item - Natural
  • 3102.50.11: Subitem: Com teor de nitrogênio não superior a 16,3%, em peso


O NCM de um produto deve ser consultado na tabela TIPI (TABELA DE INCIDÊNCIA DO IMPOSTO SOBRE PRODUTOS. INDUSTRIALIZADOS) disponibilizada pela Receita Federal.


Essa tabela está disponível no site da Receita Federal através do endereço:

http://idg.receita.fazenda.gov.br/acesso-rapido/legislacao/legislacao-por-assunto/tipi-tabela-de-incidencia-do-imposto-sobre-produtos-industrializados


Veja abaixo um exemplo do Capítulo 17 (Açúcares e produtos de confeitaria) da tabela TIPI:



Como cadastrar um NCM?


Acesse a tela "NCM" clique no botão "Criar NCM".


Preencha os campos:

  • Código: Informe o código do NCM com 8 algarismos sem pontos conforme tabela TIPI.
  • Exceção: Quando aplicável, informe a exceção do NCM com 2 a 3 algarismos sem pontos conforme tabela TIPI.
  • Descrição: Informe a descrição completa do código NCM. Recomendamos concatenar as descrições do capítulo, posição, subposição, item e subitem.
  • Ativo?
  • CEST: Preenchimento opcional. Nesse campo é possível selecionar o CEST (Código Especificador da Substituição Tributária) padrão para o NCM e facilitar a definição do CEST no cadastro dos produtos a partir do NCM. 
  • CEST nas operações de venda porta a porta: Preenchimento opcional. Nesse campo é possível selecionar o CEST padrão nas operações de venda porta a porta para o NCM e facilitar a definição desse CEST no cadastro dos produtos a partir do NCM. 


Veja abaixo um exemplo da tela NCM:



Quais NCMs devem ser cadastrados?


Recomendamos cadastrar os NCMs de todos os produtos vendidos e comprados pela sua empresa.


O sistema Nomus já vem com todos os NCMs pré-cadastrados de acordo com a tabela TIPI disponibilizada pela Receita Federal no ano de 2015.


A Receita Federal revisa a tabela TIPI periodicamente extinguindo NCMs existentes e criando novos NCMs. Os NCMs extintos devem ser inativados no sistema, e os novos NCMs devem ser criados no sistema.


Cadastro de CEST


O que é o CEST?


O CEST é o Código Especificador da Substituição Tributária.


Esse código foi criado para uniformização e identificação dos produtos sujeitos aos regimes de substituição tributária e de antecipação de recolhimento do ICMS com o encerramento de tributação, relativos às operações subsequentes, conforme definições do Convênio ICMS 92/15, de 20 de agosto de 2015.


O Convênio ICMS 92/15 pode ser acessado através do endereço:

https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/convenios/2015/CV092_15


O Convênio ICMS 91/15 foi revogado e sofreu atualizações e a versão mais recente é o Convênio ICMS 142/18 que pode ser acessado através do endereço: https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/convenios/2018/CV142_18



O CEST é composto por 7 dígitos, sendo que:

  • 1o e 2o dígito – Correspondem ao segmento do bem e mercadoria.
  • 3o ao 5o dígito – Correspondem ao item de um segmento do bem e mercadoria.
  • 6o e 7o dígito – Correspondem à especificação do item.


Como exemplo vamos entender o CEST 17.044.00.

  • CEST: 17.044.00
  • 17: Segmento 17 - Produtos Alimentícios
  • 044: Item 044 - Farinha de trigo
  • 00: Especificação do Item 00 - Farinha de trigo especial, em embalagem inferior ou igual a 1 kg


Como cadastar um CEST?


Acesse a tela "CEST" e clique no botão "Criar CEST".


Preencha os campos:

  • Código: Informe o CEST com 7 algarismos sem pontos.
  • Descrição
  • Ativo?


Veja abaixo um exemplo da tela CEST:



Quais CESTs devem ser cadastrados no sistema?


Recomendamos cadastrar os CESTs de todos os produtos vendidos e comprados pela sua empresa.


O sistema Nomus já vem com todos os CESTs pré-cadastrados de acordo com os Anexos II a XXVI do Convênio ICMS 52/17 publicados em 07/04/2017.


O CONFAZ (Conselho Nacional de Política Fazendária) revisa periodicamente os códigos CESTs extinguindo CESTs existentes e criando novos CESTs. Os CESTs extintos devem ser inativados no sistema, e os novos CESTs devem ser criados no sistema.


Caso a sua empresa tenha a tabela CEST mais atualizada no Excel com as colunas "Código" e "Descrição" é possível importá-la através da função "Importar tabela CEST".


Como saber o CEST dos produtos da minha empresa?


A tabela CEST pode ser consultada nos anexos I a XXVI do Convênio ICMS 142/1 disponível através do endereço: https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/convenios/2018/CV142_18


Nesta tabela é possível pesquisar pelo NCM do produto para descobrir seu CEST.


Os NCMs localizados nesta tabela estão sujeitos ao regime de substituição tributária de ICMS, já os NCMs não localizados nesta tabela não estão sujeitos ao regime de substituição tributária de ICMS.


Atenção pois um mesmo NCM pode ter mais de 1 CEST e nesse caso, é preciso analisar com atenção a descrição de todos os CESTs associados ao NCM para entender qual é o CEST adequado para o seu produto.


Veja abaixo um exemplo uma exemplo do anexo XVII da tabela CEST do segmento "Produtos Alimentícios":


Cadastro de atributos de produtos


O que é o cadastro de atributos de produtos?


O cadastro de atributos de produtos é opcional e existe para que você possa criar campos personalizados e específicos para o seu negócio no cadastro de produtos no sistema.


Veja abaixo alguns exemplos de atributos do produto:

  • Quantidade de rolos por fardo
  • Comprimento do rolo (m)
  • Largura do rolo (mm)
  • Espessura do rolo (mm)
  • Metragem total do fardo
  • Capacidade do saco (litros)


No cadastro de produtos, após selecionar o tipo de produto, família de produto e grupo de produto, é possível preencher os atributos de produto no quadro "Atributos".


Como cadastrar um atributo de produto?


Acesse a tela "Atributos de produto" e clique no botão "Criar atributo de produto".


Preencha os campos seguindo as orientações apresentadas:


Informações gerais

  • Atributo
  • Formato
  • Ativo?
  • Obrigatório?: Marque esse campo se desejar que o preenchimento do atributo seja obrigatório no cadastro do produto.
  • Explicações
  • Nome técnico: Informe um nome técnico para o atributo sem espaços, por exemplo: largura_do_rolo
  • Posição: Informe um número inteiro para a posição do atributo na tela de cadastro de produtos.
  • Aplicação: Selecione o opção "Produto".
  • Exibido na tela de seleção automática de roteiros: Não marcar. 
  • Exibido no relatório de projeção de estoques: Marque se desejar exibir o atributo no relatório de projeção de estoques.
  • Utiliza atributo para pesquisa de produto nas telas de movimentação de estoque?: Não marcar.
  • String para geração de código estruturado do produto: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que o valor do atributo seja considerado na geração do código do produto.
  • String para geração da descrição estruturada do produto: Preechimento opcional e só deve ser preenchido se desejar que o valor do atributo seja considerado na geração da descrição do produto.


Relacione tipos de produto para o atributo

Selecione para quais tipos de produto o atributo de produto deve ser exibido no cadastro de produtos.


Relacione famílias de produto para o atributo

Selecione para quais famílias de produto o atributo de produto deve ser exibido no cadastro de produtos.


Relacione grupos de produto para o atributo

Selecione para quais grupos de produto o atributo de produto deve ser exibido no cadastro de produtos.


Veja abaixo um exemplo da tela Atributos de produto:



Quais atributos de produtos devem ser cadastrados?


Recomendamos cadastrar os atributos de produto relevantes para gestão da sua empresa.


Para fazer essa análise considere que os atributos de produto podem ser utilizados em:

  • Pesquisas de produtos e relatórios no Dashboard.
  • Fórmulas para cálculo da quantidade necessária na lista de materiais.
  • Fórmulas para cálculo do tempo de produção nas operações do roteiro.
  • Geração de código estruturado de produtos pelo sistema
  • Geração de descrição estruturada de produtos pelo sistema


(Avançado) Cadastro de tipos de código estruturado


O que é o cadastro de tipos de código estruturado?


O cadastro de tipos de código estruturado é opcional e existe para que você possa padronizar a codificação dos seus produtos com base em critérios como tipo de produto, família de produto, grupo de produto, atributos de produto, grade, entre outros.


Por exemplo, considere que a codificação de um determinado grupo de produto da sua empresa deve obedecer ao padrão "10018.00E.AM1001.001" explicado a seguir:

  • "10" - Grupo de malhas
  • "018" - Subgrupo de tecidos 100% algodão
  • ".00E" - Subgrupo de largura de 96 cm
  • ".AM1001." - Subgrupo da cor amarelo bebê
  • "001" - Complemento de código estruturado


Você pode cadastrar um tipo de código estruturado para que o código dos produtos desse grupo sejam gerados pelo sistema respeitando esse padrão.


Como cadastrar um tipo de código estruturado?


Acesse a tela "Tipos de código estruturado" e clique no botão "Criar tipo de código estruturado".


Preencha os campos:

  • Tipo de código estruturado: Informe o nome do tipo de código estruturado.
  • Regra para codificaçãoInforme a regra para codificação. Os padrões utilizados pelo serão explicados a seguir neste artigo.
  • Adicionar sequencia ao final do código estruturado: Marque se desejar que o sistema adicione um número sequencial para o código dos produtos com o mesmo tipo de código estruturado. Atenção, é necessário utilizar a variável "complemento_produto" na regra para codificação.
  • Adicionar sequencia ao final do código estruturado para produtos com o mesmo grupo e família de produto: Marque se desejar que o sistema adicione um número sequencial para o código dos produtos com o mesmo grupo e família de produto.
  • Adicionar sequencia ao final do código estruturado para produtos com o mesmo tipo de produto: Marque se desejar que o sistema adicione um número sequencial para o código dos produtos com o mesmo tipo de produto.
  • Número de dígitos da sequencia: Informe o número de dígitos do número sequencial, por exemplo, 5.


Regra para codificação


No campo "Regra para codificação" podem ser utilizado qualquer caracter e as variáveis abaixo:

  • tipo_produto
  • familia_produto
  • grupo_produto
  • complemento_produto: Ao utilizar essa variável o sistema habilita o campo "Complemento de código estruturado" no cadastro do produto.
  • Atributos de produto: Chamados pelo nome técnico, por exemplo, largura_do_rolo
  • produtomaster_codigo: Variável válida somente para produtos grade criados pelo sistema.
  • dimensaograde_X_string: Variável válida somente para produtos grade criados pelo sistema. O "X" deve ser substituído pelo nome da dimensão da grade, por exemplo, dimensaograde_Cor_string


Atenção, utilizar o símbolo "+" para concatenar os caracteres e variáveis no campo regra.


Exemplo de tipo de código estruturado

  • Tipo de código estruturado: Grupo | Família | Sequência
  • Regra para codificação: grupo_produto+-+familia_produto+-
  • Adicionar sequência ao final do código estruturado para produtos com o mesmo grupo e família de produto: Marcado
  • Número de dígitos da sequencia: 4


Segue um exemplo de código de produto gerado com esta regra: SUPRF-G-0001


Veja abaixo um exemplo da tela Tipos de código estruturado:



Como utilizar o tipo de código estruturado no cadastro do produto?


Preencha as configurações gerais seguindo a recomendação abaixo:

  • Permite geração de código estruturado: Sim
  • Codificação automática habilitada?: Não. Quando marcamos a opção "Sim" nessa configuração o sistema codifica os produtos a partir do "Prefixo" e "Índice" definidos no cadastro do produto.


Selecione o "Tipo de código estruturado" desejado na tela de criação de produto.


(Avançado) Cadastro de tipos de descrição estruturada


O que é o cadastro de tipos de descrição estruturada?


O cadastro de tipos de descrição estruturada é opcional e existe para que você possa padronizar a descrição dos seus produtos com base em critérios como tipo de produto, família de produto, grupo de produto, atributos de produto, grade, entre outros.


Por exemplo, considere que a descrição de um determinado grupo de produto da sua empresa deve obedecer ao padrão "Malha Tecido 100% algodão Largura 96 cm Amarelo bebê 001" explicado a seguir:

  • "Malha" - Grupo de malhas
  • "Tecido 100% algodão" - Subgrupo de tecidos 100% algodão
  • "Largura 96 cm" - Subgrupo de largura de 96 cm
  • "Amarelo bebê" - Subgrupo da cor amarelo bebê
  • "001" - Complemento da descrição estruturada


Você pode cadastrar um tipo de descrição estruturada para que a descrição dos produtos desse grupo sejam geradas respeitando esse padrão.


Cadastro de tipos de descrição estruturada


Acesse a tela "Tipos de descrição estruturada" e clique no botão "Criar tipo de descrição estruturada".


Preencha os campos:

  • Tipo de descrição estruturada: Informe o nome do tipo de descrição estruturada.
  • Regra para descriçãoInforme a regra para descrição. Os padrões utilizados pelo serão explicados a seguir neste artigo.


Regra para descrição


No campo "Regra para descrição" podem ser utilizado qualquer caracter e as variáveis abaixo:

  • tipo_produto
  • familia_produto
  • grupo_produto
  • complemento_produto: Ao utilizar essa variável o sistema habilita o campo "Complemento de descrição estruturada" no cadastro do produto.
  • Atributos de produto: Chamados pelo nome técnico, por exemplo, largura_do_rolo
  • produtomaster_descricao: Variável válida somente para produtos grade criados pelo sistema.
  • dimensaograde_X_string: Variável válida somente para produtos grade criados pelo sistema. O "X" deve ser substituído pelo nome da dimensão da grade, por exemplo, dimensaograde_Cor_string


Atenção, utilizar o símbolo "+" para concatenar os caracteres e variáveis no campo regra.


Exemplo de tipo de descrição estruturada

  • Tipo de código estruturado: Grupo Família
  • Regra para codificação: grupo_produto+ +familia_produto


Segue um exemplo de descrição de produto gerada com esta regra: Sacola supermercado reforçada Tamanho G


Veja abaixo um exemplo da tela Tipos de descrição estruturada:



Como utilizar o tipo de descrição estruturada no cadastro do produto?


Preencha as configurações gerais seguindo a recomendação abaixo:

  • Permite geração de descrição estruturada: Sim


Selecione o "Tipo de descrição estruturada" desejado na tela de criação de produto.


Configurações gerais para o cadastro de produtos


Veja abaixo nossas recomendações para preenchimento das principais configurações gerais relacionadas ao cadastro de produtos separadas por temas:


Codificação de produtos pelo sistema

  • Codificação automática habilitada?: Selecione a opção "Sim" caso deseje que o sistema gere o código dos produtos automaticamente considerando o "Prefixo" e "Índice" configurados no cadastro de tipos de produto.
  • Número de dígitos: Informe a quantidade de dígitos que será considerada pelo sistema para gerar o código dos produtos considerando o "Prefixo" e "Índice" configurados no cadastro de tipos de produto. Por exemplo "6".
  • Permite geração de código estruturado?: Selecione a opção "Sim" caso deseje que o sistema gere o código dos produtos automaticamente considerando os tipos de código estruturado. Atenção, para utilizar os tipos de código estruturado, deve-se selecionar a opção "Não" na configuração geral "Codificação automática habilitada?".
  • Tipo de código estruturado padrão: Se desejar selecione um tipo de código estruturado que será sugerido pelo sistema na tela de criação de produtos.
  • Tipo de código estruturado para produtos grade: Se a sua empresa trabalhar com grade, selecione o tipo de código estruturado que será utilizado pelo sistema para criar os produtos grade automaticamente.


Descrição de produtos estruturada

  • Permite geração de descrição estruturada?: Selecione a opção "Sim" caso deseje que o sistema gere a descrição dos produtos automaticamente considerando os tipos de descrição estruturada. 
  • Tipo de descrição estruturada padrão: Se desejar selecione um tipo de descrição estruturada que será sugerido pelo sistema na tela de criação de produtos.
  • Tipo de descrição estruturada para produtos grade: Se a sua empresa trabalhar com grade, selecione o tipo de descrição estruturada que será utilizada pelo sistema para criar os produtos grade automaticamente.


Cadastro de produtos

  • Transforma campo Grupo de produto em autocomplete: Recomendamos que marque essa configuração se tiver mais de 100 grupos de produtos  para facilitar o preenchimento do campo "Grupo de produto" no cadastro de produtos.
  • Transforma campo Família de produto em autocomplete: Recomendamos que marque essa configuração se tiver mais de 100 famílias de produtos para facilitar o preenchimento do campo "Família de produto" no cadastro de produtos.
  • Tornar preenchimento do campo "Grupo de produto" obrigatório na tela de criação/edição de produtos: Marque esse campo para obrigar o preenchimento do grupo de produto no cadastro do produto.
  • Tornar preenchimento do campo "Família de produto" obrigatório na tela de criação/edição de produtos: Marque esse campo para obrigar o preenchimento do grupo de produto no cadastro do produto.
  • Tornar preenchimento do campo "NCM" obrigatório na tela de criação/edição de produtos: Marque esse campo para obrigar o preenchimento do grupo de produto no cadastro do produto.
  • Quantidade máxima de caracteres para descrição do produto: Recomendamos preencher com "120" que é a quantidade máxima permitida pela SEFAZ para o campo descrição do produto na geração da NF-e.
  • Quantidade máxima de caracteres para informação adicional do produto: Recomendamos preencher com "500" que é a quantidade máxima permitida pela SEFAZ para o campo informação adicional do produto na geração da NF-e.
  • Exibir campo "Descrição do produto na nota fiscal" no cadastro de produtos: Marque esse campo somente se precisar que alguns produtos tenham a descrição do produto na nota fiscal diferente da descrição do produto.


Exibição de produtos

  • Exibir somente produtos ativos na tela Engenharia > Produtos: Não
  • Exibir coluna "Data/hora de criação" na tela Engenharia > Produtos: Não


Outros

  • Bloquear exclusão de famílias de produto vinculadas a produtos cadastrados no sistema: Sim
  • Bloquear exclusão de grupos de produto vinculados a produtos cadastrados no sistema: Sim


Cadastro de produtos


O que é o cadastro de produtos?


O cadastro de produtos no sistema Nomus existe para que a sua empresa cadastre todos os seus produtos e serviços de todos os tipos como:

  • Produto acabado
  • Produto semi-acabado
  • Matéria prima
  • Embalagem
  • Mercadoria para revenda
  • Subproduto
  • Produto intermediário
  • Material de uso e consumo
  • Ativo imobilizado
  • Serviço contratado
  • Serviço de produção em terceiros
  • Serviço prestado
  • Serviço de produção para terceiros


Como cadastrar um produto no sistema?


Acesse a tela "Produtos" e clique no botão "Criar produto".


Preencha os campos seguindo as orientações apresentadas a seguir:


Aba Geral - Informações gerais

  • Tipo de código estruturado: Campo exibido somente se o sistema está configurado para permitir a geração de código estruturado. Selecione um tipo de código estruturado se desejar que o sistema gere o código do produto automaticamente.
  • Código do produto: Preencha o código se o campo estiver habilitado para preenchimento.
  • Código GTIN (Global Trade Item Number): Preencher com o Código GTIN-8, GTIN-12, GTIN-13 ou GTIN-14 do produto. Seguir orientações da ajuda do campo.
  • Revisão do produto: Campo preenchido automaticamente pelo sistema.
  • Complemento de código estruturado: Campo habilitado somente se o "Tipo de código estruturado" prever a utilização do campo "Complemento".
  • Tipo de descrição estruturada: Campo exibido somente se o sistema está configurado para permitir a geração de descrição estruturada. Selecione um tipo de descrição estruturada se desejar que o sistema gere a descrição do produto automaticamente.
  • Descrição do produto: Preencha a descrição se o campo estiver habilitado para preenchimento.
  • Informações adicionais do produto
  • Complemento de descrição estruturada: Campo habilitado somente se o "Tipo de descrição estruturada" prever a utilização do campo "Complemento".
  • Unidade de medida: Selecione a unidade de medida principal do produto que será utilizada para contole de estoque.
  • Tipo de produto: Selecione o tipo de produto.
  • Grupo de produto: Selecione um grupo de produto analítico que esteja no último nível da árvore de grupos de produto.
  • Família de produto: Selecione uma família de produto analítica que esteja no último nível da árvore de famílias de produto.
  • Método de ressuprimento: Selecione a opção mais indicada para o produto seguindo as orientações a seguir:
    • Fabricado: produto sempre é fabricado, não pode ser comprado.
    • Como padrão fabricado: produto como padrão é fabricado mas também pode ser comprado.
    • Comprado: produto sempre é comprado, não pode ser fabricado.
    • Como padrão comprado: produto como padrão é comprado mas também pode ser fabricado.
  • Controla lote: Marque se desejar controlar lote desse produto no estoque. Atenção, ao marcar esse campo, será necessário informar o lote em todas as movimentações de estoque no sistema. Recomendamos marcar esse campo somente após entender os conceitos de controle de rastreabilidade no estoque.  
  • Controla série: Marque se desejar controlar série desse produto no estoque. Atenção, ao marcar esse campo, será necessário informar a série em todas as movimentações de estoque no sistema. Recomendamos marcar esse campo somente após entender os conceitos de controle de rastreabilidade no estoque.  
  • Ativo?
  • Definir este produto como template: Não marcar.
  • Observação


Aba Geral - Atributos de produto

Preencha os atributos do produto apresentados de acordo com a escolha do tipo de produto, família de produto e grupo de produto.


Aba Empresas

Selecione as empresas e setores de estoque habilitados para o produto.


Aba Fiscal

Na aba "Fiscal" os campos chave que devem ser preenchidos para um produto são:

  • Peso líquido unitário (kg): Informar o peso líquido unitário na unidade de medida principal do produto sem considerar a embalagem. Por exemplo, se a unidade de medida principal do produto é "CAIXA", o peso informado deve ser de 1 caixa.
  • Peso bruto unitário (kg): Informar o peso bruto unitário na unidade de medida principal do produto considerando a embalagem. Por exemplo, se a unidade de medida principal do produto é "CAIXA", o peso informado deve ser de 1 caixa.
  • NCM: Selecione o NCM do produto.
  • Exceção NCM: Campo preenchido automaticamente pelo sistema a partir da seleção do NCM.
  • CEST: Selecione o CEST caso o produto esteja sujeito à substituição tributária de ICMS.
  • Origem do produto padrão: Selecione a origem do produto.
  • Número de controle da FCI: Número de controle da Ficha de Conteúdo de Importação do produto. Preencha esse campo caso o produto tenha algum conteúdo de importação na sua formulação.


Já para um serviço os campos chave que devem ser preenchidos nesta aba são:

  • Código da lista de serviços: Selecione o código da lista de serviço conforme a Lei Complementar 116 que dispõe sobre o ISS.
  • Descrição do serviço padrão: Informe a descrição do serviço padrão para NFS-e podendo utilizar variáveis.


Demais abas

Todas as demais abas no cadastro de produtos apresentam campos que serão aborados em etapas mais avançadas do projeto de implantação e não precisam ser preenchidos nesse momento.


Veja abaixo um exemplo da tela Produtos:



Quais são as opções disponíveis para codificação de produtos?


No sistema Nomus há 3 opções disponíveis para codificação de produtos:


1) Codificação manual


Preencha as configurações gerais conforme orientação a seguir:

  • Codificação automática habilitada?: Não
  • Permite geração de código estruturado?: Não


Acesse a tela de cadastro de produtos e preencha o campo "Código do produto" livremente.


2) Codificação automática de acordo com o tipo de produto


Preencha as configurações gerais conforme orientação a seguir:

  • Codificação automática habilitada?: Sim
  • Permite geração de código estruturado?: Não


No cadastro de tipos de produto defina o "Prefixo" e "Índice" para todos os tipos de produto.


Acesse a tela de cadastro de produtos e veja que o campo "Código do produto" estará bloqueado para edição.


Salve o produto e veja que o sistema vai gerar o código de produto de acordo com as configurações no tipo de produto.


3) Codificação automática de acordo com o tipo de código estruturado


Preencha as configurações gerais conforme orientação a seguir:

  • Codificação automática habilitada?: Não
  • Permite geração de código estruturado?: Sim


Cadastre os tipos de código estruturados que serão utilizados pela sua empresa.


Acesse a tela de cadastro de produtos e veja que o sistema exibe os campos "Tipo de código estruturado" e "Complemento de código estruturado".


Ao selecionar um tipo de código estruturado veja que o campo "Código do produto" ficará bloqueado para edição.


Salve o produto e veja que o sistema vai gerar o código de produto de acordo com a regra do tipo de código estruturado escolhido.


Quais são as opções disponíveis para definir a descrição de produtos?


No sistema Nomus há 2 opções disponíveis para definir a descrição de produtos:


1) Descrição manual


Preencha as configurações gerais conforme orientação a seguir:

  • Permite geração de descrição estruturada?: Não


Acesse a tela de cadastro de produtos e preencha o campo "Descrição do produto" livremente.


2) Descrição automática de acordo com o tipo de descrição estruturada


Preencha as configurações gerais conforme orientação a seguir:

  • Permite geração de descrição estruturada?: Sim


Cadastre os tipos de descrição estruturadas que serão utilizados pela sua empresa.


Acesse a tela de cadastro de produtos e veja que o sistema exibe os campos "Tipo de descrição estruturada" e "Complemento da descrição estruturada".


Ao selecionar um tipo de descrição estruturada veja que o campo "Descrição do produto" ficará bloqueado para edição.


Salve o produto e veja que o sistema vai gerar a descrição do produto de acordo com a regra do tipo de descrição estruturada escolhido.


Quais produtos devem ser cadastrados?


Cadastre todos os produtos da sua empresa de todos os tipos:

  • Produto acabado
  • Produto semi-acabado
  • Matéria prima
  • Embalagem
  • Mercadoria para revenda
  • Subproduto
  • Produto intermediário
  • Material de uso e consumo
  • Ativo imobilizado
  • Serviço contratado
  • Serviço de produção em terceiros
  • Serviço prestado
  • Serviço de produção para terceiros


Importação de produtos para o sistema


O que é a importação de produtos para o sistema?


A importação de produtos para o sistema é opcional e existe para você possa criar os produtos no sistema com agilidade através do processamento de uma planilha Excel.


A importação de produção pode ser usada para carga inicial dos produtos no sistema no início da implantação ou para criação de novos produtos no sistema com agilidade sempre que necessário.


Como importar produtos para o sistema?


Em anexo a esse artigo temos um arquivo Excel no padrão que deve ser utilizado para importação de produtos para o sistema.


Preencha este arquivo com todos os produtos que deseja importar respeitando os padrões de cada coluna apresentados a seguir:

  • Codigo do produto
  • Descricao do produto
  • Unidade de medida: Vínculo feito pelo campo "Simbolo" do cadastro de unidades de medida.
  • Tipo de produto: Vinculo feito pelo campo "Nome" do cadastro de tipos de produto.
  • Metodo de ressuprimento: Vinculo feito pelo nome da opção na combo.
  • Empresas: Vinculo feito pelo "Código" do cadastro da empresa. Se o produto tiver que ser vinculado com mais de 1 empresa, o código das empresas devem ser separadas por vírgula.
  • Setores de estoque: Vinculo feito pelo "Código" do setor. Se o setor tiver que ser vinculado com mais de 1 empresa, o código dos setores devem ser separadas por vírgula.
  • Grupo de produto: Vinculo feito pelo "Nome" do cadastro de grupos de produto. Aceita somente grupo de produto analítico.
  • Familia de produto: Vinculo feito pelo "Nome" do cadastro de famílias de produto. Aceita somente família de produto analítica.
  • NCM: Vinculo feito pelo "Codigo" do cadastro de NCM.
  • Peso liquido unitario: Número
  • Peso bruto unitario: Número
  • Origem do produto: Vinculo feito pelo "Numero" de "0 a 8" da combo "Origem do produto".
  • Politica de ressuprimento: Vinculo pelo nome da opção da combo "Política de ressuprimento".
  • Grupo de roteiro de producao: Vinculo feito pelo "Nome" do cadastro de grupos de roteiro de produção.
  • Controla lote: Valor 1 para marcado e 0 para desmarcado.
  • Controla serie:  Valor 1 para marcado e 0 para desmarcado.
  • Custo padrao de compra: Número


As colunas com cor de fundo "Verde" têm preenchimento obrigatório.


Acesse a tela "Arquivos Importados Engenharia" e clique no botão "Importar novo arquivo".


Escolha o arquivo no campo "Arquivo" e no campo "Tipo de importação" selecione a opção "Importação de produtos".


Clique no botão "Salvar" para salvar o arquivo.


Clique sobre o arquivo salvo e selecione o submenu "Processar arquivo".


O sistema vai avaliar o arquivo e se não apresentar nenhuma validação criará todos os produtos.


Se o arquivo for processado com sucesso, acesse a tela "Produtos" para ver os produtos criados.


Veja abaixo um exemplo da tela Arquivos Importados Engenharia:



Unidades de medida secundárias do produto


O que são as unidades de medida secundárias do produto?


O cadastro de "Unidades de medidas secundárias do produto" é opcional e existe para você possa cadastrar todas as unidades de medida secundárias do produto utilizadas nos processos de vendas, compras e produção.


Por exemplo, uma chapa de metal pode ter unidade de medida principal "QUILOGRAMA (KG)", que é utilizada para controle de estoque, mas ser comprado na unidade de medida secundária "METRO QUADRADO (M2)".


Outro exemplo, uma sacola plástica pode ter unidade de medida principal "FARDO (FD)", que é utilizada para controle de estoque, mas ser vendido na unidade de medida secundária "PACOTE (PCT)".


E por último um exemplo relacionado à produção, uma tinta pode ter unidade de medida principal "GALÃO (GL)", que é utilizada para controle de estoque, mas ter a produção medida na unidade de medida secundária "LITRO (L)".


Como cadastrar as unidades de medida secundárias do produto?


Acesse a tela "Produtos", clique no produto e selecione o submenu "Unidades de medida secundárias".


Na tela "Unidades de medida secundárias do produto" é possível cadastrar uma ou mais unidades de medida secundárias para o produto.


Campos principais

A seguir apresentamos as orientações de preenchimento dos principais campos relacionados aos processos de vendas e compras:

  • Unidade de medida secundária: Selecione a unidade de medida secundária.
  • Ativo: Marque esse campo.
  • Possui valor de conversão padrão: Marque esse campo.
  • Quantidade da unidade de medida secundária para conversão entre unidades: Informe a quantidade na unidade de medida secundária.
  • Quantidade da unidade de medida principal para conversão entre unidades: Informe a quantidade na unidade de medida secundária.
  • Exibe no processo de compras: Marque se desejar exibir a unidade de medida nas telas do processo de compras.
  • Exibe no processo de vendas: Marque se desejar exibir a unidade de medida nas telas do processo de vendas.
  • Considera como unidade de medida tributável no comércio exterior: Marque se desejar exibir que a unidade de medida seja considerada como unidade de medida tributável no exterior. Avalie as instruções no campo de Ajuda.
  • Considera como unidade de medida tributável em operações internas: Marque se desejar exibir que a unidade de medida seja considerada como unidade de medida tributável em operações internas. Avalie as instruções no campo de Ajuda.


Veja abaixo um exemplo da tela Unidades de medida secundárias do produto:



Campos avançados

Os campos apresentados a seguir são avançados e utilizados apenas em situações especiais:

  • Calcula quantidade na unidade de medida secundária através de fórmula: Marque se desejar que a quantidade na unidade de medida secundária seja calculada através de fórmula nas telas documento de entrada, documento de saída e reporte da produção.
  • Fórmula para calcular quantidade na unidade de medida secundária: Preencher com a fórmula utilizando operadores matemáticos e o nome técnico dos atributos do produto.


Campos avançados relacionados à Produção

A seguir apresentamos as orientações de preenchimento dos campos relacionados ao processo de produção.


Essas são configurações avançadas e recomendamos que sejam avaliadas somente no momento da implantação do módulo de Produção.

  • Informa qtde requisitada na unidade de medida secundária na tela de requisições: Marque se desejar que a quantidade requisitada para produção do produto seja informada nesta unidade de medida, além da unidade de medida principal.
  • Informa qtde reportada na unidade de medida secundária na tela de reporte da produção: Marque se desejar que a quantidade reportada na produção do produto seja informada nesta unidade de medida, além da unidade de medida principal.
  • Calcula quantidade reportada na unidade de medida secundária através da pesagem com balança: Marque se desejar que a quantidade reportada seja calculada pelo sistema através de pesagem com balança integrada ao sistema.
  • Informa quantidade na unidade de medida secundária na tela de identificação de produtos: Marque se desejar que a quantidade nessa unidade de medida seja informada na tela de identificação de produtos.


Quais unidades de medida secundárias devem ser cadastradas?


Neste momento para cada produto recomendamos cadastrar todas as unidades de medida secundárias utilizadas para:

  • Vendas
  • Compras
  • Exportação: somente quando a unidade de medida para exportação é diferente da unidade de medida principal do produto.
  • Tributação: somente quando a unidade de medida tributável é diferente da unidade de medida principal do produto.


(Avançado) Códigos secundários do produto


O que são os códigos secundários de produtos?


O sistema Nomus disponibiliza 2 campos padrões para informar o código interno do produto:

  • Código do produto
  • Código GTIN (Global Trade Item Number)


Além disso é possível informar os códigos externos do produto no cliente ou no fornecedor que serão tratados futuramente em outro artigo no manual do usuário.


Os códigos secundários do produto existem para que a sua empresa consiga definir códigos adicionais para o produto, desde que isso faça sentido para a gestão do seu negócio.


Um exemplo de código de produto seria o "Código no sistema antigo" que poderia ser registrado no sistema para facilitar a identificação do produto no sistema utilizado pela sua empresa antes de implantar o Nomus ERP Industrial.


Como cadastrar códigos secundários para o produto?


Para cadastrar códigos secundários para o produto, primeiramente é preciso cadastrar os tipos de código de produto no sistema.


Para fazer isso, acesse a tela "Tipos de código de produto" e clique no botão "Registrar tipo de código de produto".


Na tela de criação de tipos de código de produto preencha os campos:

  • Tipo: Informe o nome do tipo de código.
  • Código EAN: Deixe essa campo desmarcado.
  • Observações


Veja abaixo um exemplo da tela Tipos de código de produto:


Após cadastrar os tipos de código de produto, acesse a tela "Produtos", edite o produto, clique na aba "Geral", expanda o quadro "Códigos secundários" e adicione todos os códigos secundários do produto, como na imagem apresentada a seguir:



Quais códigos secundários devem ser cadastradas no sistema?


Recomendamos cadastrar todos os códigos secundários que façam sentido para gestão da sua empresa, apenas reforçando que esse cadastro é opcional.